Comerciantes discutem mais segurança pública para Ceilândia.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Ceilândia cidade com mais de 600 mil habitantes, 12 mil estabelecimentos comerciais e perfil de arrecadação da ordem de 25% do ICMS no Distrito Federal. Toda essa força econômica a torna vulnerável no que tange a segurança do patrimônio econômico que a cada dia se encontra em crescimento e potencializa a ascensão social.

Para fazer frente ao crescente aumento do número de furto e roubo em estabelecimentos comerciais, a Associação Comercial de Ceilândia(ACIC), convidou o alto comando da Policia Militar no Distrito Federal para discutir e propor encaminhamentos urgentes de forma a minimizar os problemas atuais de segurança pública nos comércio local e solicitar das autoridades a apresentação de um plano combate permanente visando a melhoria continua e a diminuição dos indicadores negativos de segurança pública em Ceilândia.

Sendo assim, nesta terça feira(27), às 18h, na sede da Associação Comercial de Ceilândia, no centro de Ceilândia, prédio da Novo Mundo, 4º Andar, a ACIC reunirá empresários e comunidade preocupados com a segurança pública, em pauta o uso de instrumentos de inteligência no combate ao furto e roubo no comércio; Implantação imediata do sistema de monitoramento da segurança do comércio e do cidadão por meio do uso de câmeras; Ampliação das operações policiais de forma pontual e a reativação imediata da obras do segundo batalhão de policia que atuará na região de Ceilândia Norte, especificamente nos setores QNO, Condomínio Privê, Incra, P Norte, Expansão do setor O, QNQ, QNR e Condomínio Sol Nascente.

Associação comercial de Ceilândia.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: