Comissão de saúde da CLDF repudia atuação da polícia em escola de Planaltina

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Washington Mesquita: “ato arbitrário e
covarde” (Foto: Fabio Rivas/CLDF)
A Comissão de Educação e Saúde (CES) repudiou a atuação de policiais
civis que mantiveram uma orientadora educacional de Planaltina presa por
várias horas após a educadora ter tentado impedir um procedimento de
agentes na escola onde trabalha. A Comissão encaminhou manifestações
para a secretaria de Segurança Pública e para a corregedoria da Polícia
Civil, criticando o caso e cobrando respostas dos órgãos.
O relato foi feito pelo presidente da CES, deputado Washington
Mesquita (PSDB), na sessão ordinária desta terça-feira (20). Para ele, a
detenção da orientadora, que está grávida, foi um ato “arbitrário e
covarde”.
Pela manhã, a deputada Rejane Pitanga (PT) já havia
se manifestado sobre o episódio. “Foi uma violência contra uma mulher,
grávida de dois meses e em seu local de trabalho”, criticou.
CLDF.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: