Condenada quadrilha envolvida em roubos e homicídios em Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Três integrantes de uma quadrilha presa em janeiro deste ano foram condenados pelo Tribunal do Júri de Ceilândia na sexta-feira, dia 13, pelo homicídio de Kelvin Patrick Coelho da Silva, à época com 19 anos. Na mesma sessão plenária, os jurados também condenaram o grupo pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo, receptação de produtos de crime, violação de domicílio, constrangimento ilegal e corrupção de menores. Os réus Ricardo de Sousa Passos e Leandro Carvalho de Araújo receberam, cada um, a pena de 24 anos de reclusão e Gabriel Bastos Lopes a pena de 17 anos de reclusão.

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) sustentou que o homicídio foi praticado por motivo torpe e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima, uma vez que ela foi surpreendida em via pública pelos acusados fortemente armados. O grupo efetuou inúmeros disparos, inclusive quando o homem já estava caído, de maneira a eliminar qualquer possibilidade de que ele sobrevivesse.
Entenda o caso – Em 15 de janeiro de 2015, de dentro de um carro em movimento, o grupo atirou várias vezes contra Silva, que caminhava na QNM 08, em Ceilândia Norte. De acordo com testemunhas, o grupo “Meninos da 5 norte” – como eram conhecidos os acusados – cometeu o homicídio em razão de desentendimento anterior com a vítima, num forró na cidade.
Depois do ocorrido, os réus se dirigiram para QNN 5/7, onde possuíam um imóvel alugado. Quando perceberam a presença da polícia no local, o grupo armado invadiu um apartamento no andar de cima do mesmo prédio e fez uma mulher e duas crianças reféns. Naquele momento, obrigaram a moradora a descer e a mentir para os militares, mas ela desobedeceu a ordem dos criminosos e entregou a chave do apartamento aos policiais, o que resultou na prisão em flagrante dos envolvidos.
No apartamento da refém, foram encontradas diversas armas de fogo e munições escondidas. Já no imóvel alugado pela quadrilha, foram encontradas outras armas, munições, coletes à prova de bala, capuz tipo ninja, cerca de R$ 15 mil em espécie e produtos de assaltos efetuados anteriormente. A quadrilha já era investigada pela prática de diversos crimes, dentre os quais roubos e outros homicídios na região.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: