Confundida com Uber, família que ia para Ceilândia é perseguida e espancada por taxistas

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


Quatro irmãos foram perseguidos, encurralados e espancados por taxistas depois de serem confundidos com motoristas do Uber na noite desta terça-feira (3) em Brasília. Eles haviam acabado de desembarcar no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek e seguiam de carro para Ceilândia. O conflito aconteceu pouco depois de representantes dos serviços de transporte trocarem agressões em um posto de combustível vizinho ao terminal.
O caso é investigado pela Polícia Civil. A presidente do Sindicato dos Taxistas, Maria do Bomfim, afirmou que a entidade não compactua com a violência, mas que os profissionais estão “cansados das agressões dos motoristas do Uber e, por causa disso, estão partindo para cima”.
Uma das vítimas por causa da confusão, o vendedor Clécio Alves conta que a família vinha de Recife (PE). A mulher de um dos homens os esperava no saguão do aeroporto. O grupo entrou então no carro, mas foi seguido por taxistas.
Os irmãos registraram o caso na 10ª Delegacia de Polícia, onde reconheceram um dos agressores por foto. Motoristas do Uber também estiveram no local para denunciar agressões.





*Com informações do G1

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: