Congregação eleitoral

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

A repercussão da aliança entre as igrejas evangélicas Universal do Reino de Deus e Assembleia de Deus tomou conta dos bastidores políticos da capital. Temem uma ‘pedreira eleitoral’. A união entre as instituições visa agregar apoio para eleger o  pastor Vitor Paulo para deputado federal. Atualmente, ele é deputado pelo Rio de Janeiro e disputará a vaga em 2014 pelo DF. A questão é estratégica. Sozinhos, nem a Universal elegeria Vitor nem a Assembleia um representante, já que, historicamente, o eleitorado evangélico elege apenas um representante para federal. Com Ronaldo Fonseca (Pros) no páreo, a união é imprescindível para se eleger Vitor. O acordo passa ainda pela presidência regional do PRB, que foi assumida por Wanderlei Tavares, irmão do pastor Egmar, da Assembleia de Deus. Wanderlei  substituirá Roberto Wagner. Vem uma verdadeira congregação eleitoral por aí!

Por Tiago Tavares / Jornal Alô

1 Comment

  • Avatar
    ortodoxia , 3 de novembro de 2013 @ 01:46

    Á que a congregação do amor (Filadelfia) MORREU, resta ressuscitar a congregação eleitoral, ou melhor a de LAODICÉIA. Parabéns, gostei mesmo, afinal estão espumando suas próprias sujidades…

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: