Consumo de drogas aumenta criminalidade, diz Wellington Luiz

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Consumo de drogas aumenta criminalidade, diz Wellington Luiz

Wellington cobra ações concretas (Foto: Rinaldo Morelli/CLDF)

O combate ao uso de drogas é uma das batalhas mais difíceis que a sociedade enfrenta, alertou hoje (27) o deputado Wellington Luiz (PSC) em sessão solene para celebrar o Dia Internacional de Combate às Drogas. Realizado por iniciativa do distrital no auditório da Câmara Legislativa, o evento contou com a presença de autoridades do governo federal e local e de representantes de instituições da sociedade civil que lidam com a questão.
Wellington disse que é necessário colocar o dedo na ferida e reconhecer que o aumento de crimes como estupros, assaltos e sequestros está intimamente ligado ao crescimento do uso de drogas no DF. Para o deputado, o crime está cada vez mais organizado, e a sociedade está demorando a dar respostas. “É imperativo trazer de volta a confiança, por meio de ações concretas e coordenadas”, defendeu.
“Intenção sem ação é ilusão”, afirmou o deputado Agaciel Maia (PTC), lembrando o pioneiro exemplo de qualificação de jovens na gráfica do Senado, do qual foi um dos mentores. O projeto, segundo disse, qualificou mais de 2.500 garotos que, hoje, estão entre os profissionais mais experientes do mercado gráfico de Brasília.
O deputado adiantou que o governo do DF já iniciou um projeto com esse objetivo, mas considerou que há campo para fazer muito mais. Até por que, como avaliou, há dinheiro para isso, além de opções como estabelecer parceriais com o BID e o BIRD, que estão conscientes da extensão do prejuízo que as drogas podem causar.
O promotor de justiça José Theodoro Corrêa de Carvalho também afirmou que é preciso partir imediatamente para adotar iniciativas práticas, com a finalidade de, pelo menos, minimizar os problemas. Já a diretora de Articulação de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça, Carla Dalbosco, assinalou a importância de integração das políticas públicas, pois, em sua opinião, a vulnerabilidade que abre campo às drogas está associada a outras vulnerabilidades, como o desemprego e o trabalho infantil. 
O conselheiro do Tribunal de Contas do DF (TCDF) Renato Rainha acrescentou que a luta contra o uso de drogas precisa envolver três linhas de atuação: o combate ao traficante, a prevenção e o tratamento e recuperação do usuário.
Apresentações de rap e de grupo cover do Michael Jackson foram feitas durante o evento. “É preciso articulação entre as diferentes áreas: cultura, educação, trabalho etc.”, reforçou o secretário de Cultura, Hamilton Pereira. Para ele, o usuário de drogas precisa de oportunidades para enfrentar a situação, e a ação cultural fortalece o enfrentamento.
Também participaram das discussões o deputado Aylton Gomes (PR), os secretários de Justiça, Alírio Neto; da Criança, Dioclésio Campos Júnior, e de Juventude, Fernando Neto, e o assessor da Polícia Civil do DF, Jurandir Teixeira.

*CLDF

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: