Creche recém inaugurada em Ceilândia atende expectativas dos pais.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram




Em funcionamento há apenas um mês, o Centro de Educação Infantil da Primeira Infância (CEPI), que ganhou o nome de Flor de Pequi, em Ceilândia, já têm oito turmas de crianças de 0 a 5 anos. O governador do DF, Agnelo Queiroz, fez uma visita ao local nesta quinta-feira (28).

“As creches são uma oportunidade para as crianças desenvolverem seu potencial intelectual, porque recebem os estímulos necessários para isso. Quanto aos pais, precisam de um lugar seguro para deixar os filhos e sair para trabalhar”, enfatizou o chefe do Executivo local.
São 10 horas de permanência diária, cinco refeições, além de cuidados especiais oferecidos pelos professores e monitores da unidade para as 112 crianças.  
“Essas creches são realmente muito boas”, revelou Luana Oliveira, de 33 anos, mãe dos alunos gêmeos Artur e Vitor, de 4 anos.  “Eles voltam limpinhos para casa e o atendimento é ótimo. Eles adoram vir para creche e quando não tem até choram”, contou.
Assim como Luana, Natacha Gomes, 23 anos, com os filhos na escola também pretende voltar a trabalhar e, talvez, até estudar. “Quero muito voltar a trabalhar. A creche foi uma esperança para mim, fico tranquila porque sei que aqui as crianças recebem tudo que precisam”, relatou a mãe da aluna Letícia Renata, de 4 anos.
Segundo ela, a maioria das mães, principalmente quando têm mais filhos, não tem condições de pagar alguém para cuidar ou uma creche particular.
“Vamos atender todas as crianças que precisam de creches no Distrito Federal. Já entregamos várias unidades, que tem alto grau de qualidade, com melhor atendimento, estrutura e equipamentos”, destacou o secretário de Educação, Marcelo Aguiar.
A diretora pedagógica da escola, Jeruza Pereira, conta que a rotina começa às 7h30 e os pequenos permanecem no local até as 17h30. “Nós ensinamos conteúdos pedagógicos para as crianças de forma lúdica, com brincadeiras e diversão. Nosso objetivo é prepara-los para as próximas séries”, disse.
De acordo com ela, cada turma conta com professor e monitor, que trabalham em conjunto para educar e cuidar das crianças, conforme o Currículo em Movimento.
“Para este mês de setembro, estamos preparando o projeto Primavera, para que eles aprendam mais sobre as flores e a natureza”, afirmou, ao lembrar do projeto contínuo de literatura, em que os alunos levam livros para serem lidos com o auxílio dos pais.
UNIDADES – Atualmente há 28 novas creches públicas em funcionamento, sendo sete do modelo Centro de Educação Infantil (CEI) e outras 21 no modelo Centro de Educação da Primeira Infância. Cada unidade custou, em média, R$ 2,5 milhões, e tem capacidade para receber cerca de 112 crianças.
De acordo com o secretário de Educação, nos próximos dias, mais 18 unidades tipo CEPI devem ser entregues a população. Neste modelo, o total previsto de creches é 112.

Agência Brasília

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: