Cristovam: Pior descaso dos governantes é não ouvir a voz das ruas.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram



(Agência Senado) – Ao lamentar, em Plenário, a morte da menina Geovana Moraes Oliveira, que se afogou, no início desta semana, dentro de um ônibus escolar, num viaduto alagado em Ceilândia, o senador Cristovam Buarque (PDT-DF) responsabilizou o governo do Distrito Federal pelo acidente, por não ter feito devidamente a manutenção da rede de drenagem pluvial.


O senador considerou, no entanto, essa negligência governamental como apenas mais um caso dentre outros que ocorrem em vários setores como por exemplo, no atendimento à saúde, na educação e no transporte público.

Cristovam afirmou que, de todos exemplos de descaso que a classe política frequentemente dá na gestão do país, o pior deles é não ouvir  as reivindicações dos recentes movimentos populares, sobretudo as referentes a moralização na administração pública.

— Vamos evitar o pior dos descasos, que talvez seja o de não ver e ouvir o que o povo está nos mostrando e dizendo. Esse é um descaso que poderá produzir muitos outros descasos, inclusive muitas outras Geovanas. O descaso de não ver que o povo se cansou, que o povo exige, que o povo quer e que o povo tem direito. E que todos nós temos obrigação de ouvir, ver, entender e de  fazer o que é preciso — disse.

Na leitura do parlamentar, uma das principais bandeiras dos movimentos populares seria a necessidade de uma reforma política profunda no país.

Com relação ao afogamento da estudante Geovana num viaduto alagado pela chuva em Ceilândia, Cristovam lembrou que o governo distrital, mesmo tendo uma dotação orçamentária de R$ 45 milhões para reestruturação do sistema de drenagem pluvial, não utilizou nenhum centavo desses recursos para melhoria do sistema.

– A gente sabe o que fazer para resolver o descaso. E o Brasil tem dinheiro para fazer isso, embora não de repente, embora não de um dia para outro, embora não por milagre. Mas tem recurso se for aplicado de uma maneira correta e sistemática ao longo de alguns anos – afirmou.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: