Decisão do TST cria marajás no governo do DF

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Decisão do Tribunal Superior do Trabalho oficializou aumentos absurdos de 84 funcionários da empresa pública Terracap, do governo do DF, criando marajás com salários de até R$ 43.987,42 mensais –cerca de R$ 8 mil a mais que os vencimentos do próprio governador, que legalmente é o “teto” do funcionalismo. Não cabe recurso para a decisão do TST, que custará R$ 1.548.399,07 por mês à Terracap.Dos marajás criados pela decisão do TST, sete receberão acima do salário de governador, que é igual ao de deputado federal: R$ 26,7 mil.Para ganhar a ação, os 84 marajás contaram com a omissão de ex-diretores e advogados, que fizeram corpo mole e até perderam prazos.Os 84 marajás devem se aposentar com salários integrais pagos pelo Funterra, o fundo de “previdência privada” bancado pela Terracap.

Com o dinheiro que pagará aos marajás da Terracap, o governo do DF poderia construir uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) por mês.
Claudio Humberto

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: