Defesa Civil decreta estado de atenção.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
  • Órgão de segurança recomenda cuidados para evitar problemas de saúde e queimadas, causados por temperaturas mais baixas e clima seco

    Secretaria de Defesa Civil do DF
    A Secretaria de Defesa Civil do Distrito Federal decretou estado de atenção para os próximos dias, após o Instituto Nacional de Metrologia (Inmet) ter registrado o menor índice de umidade dos últimos tempos. A previsão de umidade para essa semana segundo o Inmet é que fique abaixo de 30%.

    A alteração climática provoca doenças no aparelho respiratório, pois são os órgãos que mais sofrem nessa época do ano. Além disso, os acidentes florestais, que aumentam neste período.

    De acordo com o secretário de Defesa Civil, Paulo Roberto Matos, os seguintes cuidados que devem ser levados em conta para evitar possíveis problemas de saúde:

    Suprimir o horário para praticar atividades ao ar livre e exposição ao sol entre as 10h e as 17h
    Evitar aglomerações
    Aumentar a ingestão diária de líquidos, independente de apresentar sede ou não. Beber pelo menos seis copos d’água de tamanho médio
    Evitar os banhos prolongados com água quente, bem como o uso excessivo de sabonete para não eliminar totalmente a oleosidade natural da pele
    Pingar duas gotas de soro fisiológico em cada narina, pelo menos seis vezes ao dia. Este procedimento evita o ressecamento nasal e a ocorrência de sangramento
    Evitar ligar aparelhos de ar-condicionado, que retiram ainda mais a umidade do ambiente
    Colocar toalhas molhadas e bacias com água nos quartos durante todo o dia. Isso ajuda a manter o ar ambiente mais úmido
    Trajar roupas adequadas às condições do tempo. No calor, usar roupas leves e, se possível, de algodão
    Fazer refeições leves, incluindo frutas e verduras sempre que possível
    Evitar exercícios físicos no período compreendido das 10h às 17h. Neste período, a insolação e evaporação atingem seus índices máximos
    Usar creme hidratante ou óleo vegetal em abundância para evitar o ressecamento da pele
    Optar pelo uso de sombrinha ou guarda-chuva no período mais quente
    As crianças merecem cuidados ainda mais especiais, pois têm a pele mais sensível e vulnerável. A hidratação é essencial, principalmente de dentro para fora com a ingestão de bastante líquido. Os pais precisam garantir que precisam redobrar os cuidados para garantir que as crianças estejam sempre bem hidratadas

    Estado de alerta – A Defesa civil pode decretar estado de alerta, se a 

  • umidade relativa do ar alcançar o percentual de 20% a 12%. Quando isso ocorre, é desaconselhável praticar exercícios físicos, especialmente entre as 10h e as 17 h, período do dia em que a umidade do ar fica mais baixa. O órgão recomenda, nesse caso, o uso de umidificadores de ambiente ou vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água e outros. A pessoa deve também se proteger do sol em locais com áreas arborizadas e gramadas, sempre consumindo bastante água e outros líquidos.

    Estado de emergência – É o mais preocupante, decretado quando a umidade relativa do ar fica abaixo de 12%. Nessa situação, aulas de educação física, coleta de lixo e entrega de correspondência, por exemplo, devem ser suspensas, bem como aquelas que exijam aglomeração de pessoas em recintos fechados, como cinemas, teatros e salas de aula.

    Meio ambiente – Além dos cuidados com a saúde, a Defesa Civil também chama atenção para os riscos de acidentes florestais, que se intensifica nos meses de agosto e setembro. Muitas vezes esses incidentes acontecem acidentalmente, quando a população ateia fogo ao lixo doméstico ou à vegetação de um lote, para limpar o terreno. Para evitar queimadas, o indicado é que as pessoas redobrem a atenção e siga alguns cuidados:

    Não jogue pontas de cigarros pela janela do veículo, nem fume em locais onde exista vegetação densa
    Em acampamentos, evite fazer fogueiras, mas se for realmente necessário, deixe sempre alguém vigiando e apague totalmente antes de se afastar do local
    Oriente e monitore as crianças, para não brincarem com isqueiros e fósforos, principalmente próximos a vegetação
    Não deixe garrafas ou pedaços de vidro próximo à vegetação
    Se necessitar fazer queimadas de plantio ou de lixo, entre em contato com o Corpo de Bombeiro e com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para obter orientações

    Denúncias – Caso encontre alguma irregularidade na sua rua ou mesmo no seu trabalho, informe à Defesa Civil, que enviará equipes técnicas para verificar as condições de segurança do local. A solicitação pode ser feita por meio ofício ou pelos telefones: 199 ou 3901-5816.

    Jornal de Brasília.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: