Depois do descaso, deboche e morte de duas pessoas, GDF interdita viaduto em Ceilândia.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

O GDF resolveu interditar o viaduto em Ceilândia somente após duas mortes trágicas, o governo debocha da população, o descaso com que trata a Ceilândia é gritante e preocupante, Novacap, Detran e demais órgãos incompetentes e inertes deveriam ser responsabilizados pelas mortes (homicídios) naquele viaduto, veja nota sarcástica do GDF:


“O governador Agnelo Queiroz determinou, na manhã desta quarta-feira (22), a interdição do viaduto localizado na QNN 5/7, em Ceilândia, onde um jovem de 20 anos morreu afogado na última noite. A decisão foi tomada durante reunião com a Secretaria de Obras e a Novacap, ocasião em que foi autorizada obra para alargamento da rede de águas pluviais.
“Vamos procurar algum contrato que seja factível de a gente fazer dentro da legalidade. Essa é a recomendação do governador: que a gente use todos os meios possíveis e legais para fazer essa obra o mais rápido possível”, informou o secretário de Obras, Davi de Matos.
De acordo com o titular da pasta, desde o último acidente, no mês de outubro de 2013, medidas foram tomadas para que não voltassem a ocorrer novos alagamentos no local. Entre as ações estão a constante limpeza dos bueiros e a preparação de um projeto de obras que contemplará a expansão da capacidade de vazão da rede de águas pluviais.
O projeto que promoveria as intervenções na região, no entanto, estava em fase final e seria executado assim que cessasse o período de chuvas. Porém, com a determinação do chefe do Executivo, o procedimento deverá ser iniciado nos próximos dias, assim que a parte burocrática for finalizada.
Essa obra, que compreenderá a troca de tubulação de 1.200 mm por uma de 1.500 mm, terá extensão de aproximadamente 1km e permitirá maior vazão da água das chuvas, o que acabará com os alagamentos embaixo do viaduto. A nova rede deverá ser concluída em até 60 dias após o início das intervenções.
Enquanto houver a interdição do viaduto, a recomendação é que os condutores que trafegam pela região busquem rotas alternativas. Para evitar maiores transtornos, o Departamento de Trânsito será acionado para formular estratégias de direcionamento dos motoristas para outros locais”

GDF.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: