Deputada quer criar o Dia Distrital da Saúde do Homem.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Se depender da vontade da deputada Luzia de Paula os homens do Distrito Federal passarão a ter um dia destinado à proteção da sua saúde. Projeto proposto por ela nesta quarta-feira (16/10), na Câmara Legislativa, busca instituir o Dia Distrital da Saúde do Homem, a ser comemorado todos os anos em 19 de novembro.

Pela proposta, na semana em que incidir o dia comemorativo deverão ser promovidos, pelo poder público, eventos e campanhas voltados a esclarecer a população sobre a importância do desenvolvimento de ações destinadas à proteção da saúde do homem.
Luzia de Paula informa que em 19 de novembro é comemorado em vários países (Austrália, Índia, Itália, Estados Unidos, Nova Zelândia, Canadá, entre outros) o Dia Internacional do Homem e que a proposta por ela apresentada objetiva conscientizar e melhorar a saúde do homem, tendo em vista que, enquanto as mulheres aprendem, desde cedo, que é preciso ir regularmente ao ginecologista e, depois, quando se tornam mães, levar os filhos ao pediatra, os homens não são criados com esse hábito, mesmo diante das estatísticas comprovando que eles são mais atingidos que as mulheres por infartos, derrames, doenças mentais, câncer, colesterol alto e pressão alta.
A distrital afirma que é importante instituir no Distrito Federal um dia destinado a alertar a sociedade sobre a relevância da adoção de medidas que levem à proteção da saúde do homem, de maneira que ele possa ter melhor qualidade de vida, sobretudo no que diz respeito à realização de suas tarefas laborais, nas práticas de lazer e entretenimento e na relação com a família. Por fim, acrescenta Luzia de Paula que “Assim como é necessário propor iniciativas que visem à proteção da mulher, do idoso, das crianças, dos adolescente e dos jovens, é da mesma forma preciso proteger o homem, visto a sua expectativa de vida, conforme dados oficiais, ser bem menor do que a da mulher”.
Fonte: gabinete da deputada Luzia de Paula

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: