Deputado registra depoimentos sobre atos de violência contra moradores do Nova Jerusalém em Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Cerca de 30 pessoas
que tiveram suas casas demolidas pelo Governo no Condomínio Nova
Jerusalém – Ceilândia reuniram-se nesta sexta-feira (20) com o
presidente da Comissão de Direitos Humanos, Cidadania, Ética e
Decoro Parlamentar da CLDF, deputado Ricardo Vale (PT), que se
deslocou em diligência até à Ceilândia.
 A
reunião foi resultado de uma denúncia apresentada à Comissão pela
coordenação do Movimento de Luta por Moradia Nova Jerusalém. O
parlamentar ficou muito impressionado com os relatos da operação
para desocupação da área.
 “Os
moradores dos barracos demolidos contam diversas situações de maus
tratos e abuso de poder por parte dos representantes do GDF,
inclusive com registro em vídeos”, afirmou o presidente da
Comissão, após a reunião que durou cerca de duas horas. 

 O
pastor Renivaldo Silva, um dos coordenadores do Movimento argumentou
que a comunidade Nova Jerusalém não tem relação alguma com
grilagem de terras e disse que agora os moradores estão abrigados na
Igreja, onde não há sequer condições de lavar roupas.
 Os
representantes do Condomínio apostam na solução do problema e
ficaram sensibilizados com o fato de um dos Poderes – o
Legislativo, no caso – ter dado a eles a oportunidade de contar o
que aconteceu naquela localidade, por meio do presidente da Comissão
de Direitos Humanos.

 “Vou
relatar aos demais membros da Comissão os depoimentos que colhemos
no Nova Jerusalém. Em relação aos atos de violência relatados,
vamos exigir do Governo e da Polícia um posicionamento oficial.
Quanto à moradia, é um direito do cidadão e um dever de Estado. É
importante que a classe trabalhadora mantenha-se organizada na busca
de seus direitos”, destacou Ricardo Vale.

Ascom Deputado Ricardo Vale. 

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: