Deputado sugere que CLDF envie telegrama saudando o novo Papa.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp


O deputado Chico Vigilante, líder do Bloco PT/PRB, sugeriu ao presidente em exercício da Câmara Legislativa, deputado Agaciel Maia (PTC), que encaminhe um telegrama ao Vaticano, em nome da Assembleia Legislativa da capital do Brasil e dos seus deputados distritais, saudando o Papa Francisco I. Chico sugeriu ainda que o documento se encarregue de transmitir boa sorte ao novo Papa na caminhada que ele terá pela frente para arrebanhar os fiéis de todo o mundo.

O parlamentar disse ter assistido de casa a missa inaugural celebrada pelo Santo Padre, hoje nas primeiras horas do dia, a chamada de Missa de Intronação. “Como católico, fiquei bastante admirado com a humildade e a maneira suave ao abordar as questões demonstradas pelo Papa Francisco e a sua determinação de fazer uma igreja pobre e voltada para os pobres”, destacou Chico Vigilante.
O parlamentar ressaltou que a postura diferenciada do Santo Padre pode ser percebida a partir das vestimentas simples, demonstrando ser um pastor preocupado com o rebanho de mais de um bilhão de ovelhas no mundo todo, sendo a maioria na América Latina. “Tenho muito esperança no Papa Francisco, um Papa aqui do nosso continente, ainda mais com a amizade que ele tem com o Dom Cláudio Hummes”, disse. E relembrou que Dom Cláudio, quando ele era bispo na região de Santo André (SP), na época da greve do ABC Paulista, dava apoio efetivo ao movimento grevista, liderado pelo sindicalista Luiz Inácio Lula da Silva, na década de 70.
Segundo Chico, dom Cláudio é um homem profundamente conhecedor da temática social do Brasil. “Foi muito importante quando dom Cláudio falou no ouvido do Papa Francisco para ele nunca esquecer os pobres. Achei isso de uma grandeza inestimável. Importantíssimo. Tenho certeza que agora nós vamos caminhar para momentos muito importantes, de fé e de reafirmação da nossa religião católica, com os olhos voltados ao social”.
O deputado destacou ainda que a Missa de Intronação foi um momento histórico que contou com a participação de mais de cem representantes de nações de todo o mundo. Entre eles, reis, rainhas, presidentes e presidentas, como a presidenta Dilma Rousseff que esteve com o Papa Francisco depois da celebração e a presidenta da Argentina, Cristina Kirchner. 

Deixe uma resposta

Posts Relacionados

%d blogueiros gostam disto: