Desabafo de um Bombeiro.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


Por Rivailton Gomes de Araújo


Como
as lutas dentro do CBMDF e da PMDF são inglórias! Semana passada, em
conversa pessoal com o Cel. Jooziel, comandante da Polícia Militar,
afirmei ao mesmo que nossas reuniões, assembléias e lutas são iniciadas e
feitas, geralmente pelas praças e depois de aberto o canal de
negociação, de forma vil e covarde, o governo chama para o acordo, os
comandantes das respectivas forças militares, juntam
ente
com algumas dúzias de oficiais superiores das duas corporações, que
pensam unicamente em seus objetivos, quase sempre, escusos e pessoais,
deixando toda uma categoria a ver navios.




O que leva um Comandante Geral a crer que representa, politicamente, uma categoria?



Que sentimento de dever uma pessoa que recebe a título de gratificação
do GDF, um CNE que ultrapassa o salário bruto de um Subtentente em final
de carreira, a ficar ao lado de seus comandados e, possivelmente,
contra os desmandos que o governo vem praticando para com as nossas
corporações? 
Quais os motivos que levam a nossa administração a
instaurar tantos procedimentos apuratórios, desde sindicâncias a IPM’s,
contra as praças que lutam por melhores condições salariais para toda a
corporação?
Seria justo, digno e sobretudo honesto, se no
momento em que o governo convocasse os comandos do CBMDF e da PMDF para
qualquer tipo de negociação à cerca de qualquer proposta para nossas
corporações, os coronéis Júlio e Jooziel, montassem um grupo formado
entre todos os postos e graduações e fossem juntos negociar com o
governo ou até mesmo com o governador!
Pois na hora de
sentar-se com o governo, independente de quem esteja sentado na cadeira
de governador e historicamente falando, todos tem mostrado-se
interessados, apenas em seus interesses pessoais e das minorias.
Pois quem recebe altas gratificações do governo, jamais terá condições
de sentar-se com qualquer pessoa do mesmo governo e lutar por melhorias
que, realmente, atendam as demandas de todo o corpo.
E como não
passamos procuração para que ninguém negocie de portas fechadas com o
Agnelo, Wilmar Lacerda e cia ilimitada, para depois, sequer, divulgar e
trazer à tona o que foi acertado, concito a todos os bombeiros e
policiais militares que façam a sua parte! Cobrando das melhores formas e
maneiras possíveis o cumprimento do que fora-nos prometido e jamais
cumprido.
Onde está o projeto de reestruturação da PMDF?
Onde está o projeto de reestruturação do CBMDF?
Onde está o projeto de restruturação do velho e perdido CABO deputado Patrício?
Onde está o projeto e conquistas do simplesmente, e sempre situação, Ailton Gomes?
Será que lutamos, em um passado recente, para abolir o tal concurso
interno, e voltaremos, agora, a ter uma espécie de concurso interno para
oficial intendente?
Quando se quer resolver alguma coisa e só
chamar todos à responsabilidade e fazer! Quando não se quer, para ganhar
tempo, cria-se comissões e agora, conselhos!
Como sempre venho
afirmando, muitos funcionários de outras forças que recebem, também,
por meio do Fundo Constitucional e que estão nas bases de suas pirâmides
funcionais, estão recebendo ótimos salários e não estão participando de
cursos que servem, tão somente, de embromação para justificar promoções
que em nada acrescentam em nossas vidas profissionais e sobretudo em
nossos vencimentos!
Para isso, é só reportar-se ao salário de
um agente da PCDF, que mesmo na base da pirâmide funcional da
retromencionada instituição, recebe o equivalente ou bem mais do que
muitos bombeiros e policiais militares em final de carreira. E que
depois de 08 anos de efetivo serviço, saiu da condição de agente de
terceira classe alcançando, assim a classe especial. E para isso, faz-se
somente, o curso especial de polícia, ficando à cargo do agente,
realizar outros cursos que sejam de especialização.
Espero que
um dia acordemos desse estado de letargia em que vivemos e consigamos
quebrar as barreiras que atrelam-nos aos interesseiros e desinteressados
das coisas que abrangem a coletividade e paremos de ficar buscando,
para não dizer mendigando, promoções que em nada mudam nossa condição
social e financeira.
Vale lembrar ao PT e ao governador Agnelo
que o ano vindouro poderá transformar-se em sonho ou em pesadelo para
muita gente, principalmente aos que querem projetar-se politicamente com
a Copa do Mundo e tentarem um novo mandato!
Tudo será lembrado e obviamente nada será esquecido!
Um forte abraço a todos, principalmente aos sensatos.
  *Rivailton é Bombeiro militar e morador de Ceilândia.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: