Desentendimento no Facebook termina com assassinato em Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Crédito : Reprodução TV Record
Um desentendimento que durou aproximadamente seis meses no Facebook terminou com a morte de uma pessoa nesta segunda (11) no Setor “O” em Ceilândia, no Distrito Federal. A vítima, Carlos Henrique Bezerra Gonçalves, estava em um restaurante quando foi surpreendido pelo desafeto e assassinado com três tiros.  O suspeito já foi identificado, mas a polícia preferiu não divulgar o nome para evitar atrapalhar as investigações. Assim que for preso, o acusado responderá por homicídio qualificado e poderá pegar, caso condenado, até 30 anos de prisão. 
O delegado responsável pelo caso, Marcelo Portela, da 24ª DP, onde a ocorrência está registrada, explicou que um dos tiros acertou a nuca do jovem, que morreu na hora.

“A vítima entrou no estabelecimento comercial, um restaurante, muito cedo. Era mais ou menos 11h, ele estava sozinho e quando servia o prato o autor entrou repentinamente e disparou três vezes. Pelas evidências levantadas até agora, acreditamos que os disparos foram efetuados pelas costas”, disse.  

A violência e ousadia de cometer o homicídio em plena luz do dia chamou a atenção dos policiais, que estão acostumados a lidar com casos de crimes relacionados a acertos de contas. “Isso leva a crer que o autor estava perseguindo a vítima e queria matá-la de forma violenta, ou seja, realmente estava decidido a cometer o crime”, disse o delegado afirmando ainda que a briga entre assassino e vítima começou há seis meses no facebook. A situação evoluiu e, por diversas vezes, houve até confronto pessoal.  
Com informações do R7.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: