DF mobilizado contra a dengue

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Governador Agnelo Queiroz lança semana de prevenção contra a doença e convoca população a participar da iniciativa
O período de chuvas no Distrito Federal se aproxima e com ele os riscos de proliferação do mosquito Aedes Aegypti, responsável pela transmissão da dengue.

Para orientar a população a se proteger da doença, o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, acompanhado da primeira-dama Ilza Queiroz, lançou nesta segunda-feira, no Palácio do Buriti, a 10ª Semana de Prevenção da Dengue. A iniciativa será promovida até o próximo sábado (22).

A mobilização envolve 15 Grupos Executivos Intersetoriais de prevenção da dengue. Fazem parte deles a Secretaria de Saúde, administrações regionais, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e a Agência de Fiscalização do DF (Agefis). Cerca de 850 agentes comunitários e aproximadamente 760 vigilantes ambientais e endemiológicos do Ministério da Saúde participam da missão.

O Distrito Federal sofreu uma epidemia em 2010, quando registrou 12.360 casos, com seis mortes. De lá para cá, o GDF intensificou as ações de prevenção da dengue. Em 2011, o número de casos caiu para 1.734 registros, com três mortes. Neste ano, até o início de setembro, o número foi reduzido para 737 casos, sem nenhum registro de óbito.

O governador Agnelo Queiroz destacou a importância da participação popular no combate ao mosquito. “O nosso governo encara o combate à dengue com a importância que ele merece. Essa é uma luta de toda a sociedade e não somente do governo ou da Secretaria de Saúde”, declarou o governador, que exaltou os números: “Os dados são claros: a nossa ação poupa vidas”.

Largada – A ação começou em São Sebastião, cidade com maior incidência de casos de dengue. De acordo com o coordenador-geral do Programa de Prevenção e Controle da Dengue, Ailton Domício da Silva, a possibilidade de infecção na cidade é de 107 casos para cada 100 mil habitantes. Depois de São Sebastião, as cidades com maior risco de proliferação da enfermidade são o Guará, Planaltina e Taguatinga, todas com baixo índice de risco.

Durante toda a semana, agentes de saúde passarão nas residências para vistoriar e orientar a comunidade sobre as formas de prevenção e sobre os riscos que a água parada representa.

Os moradores receberão, ainda, cartilha com esclarecimentos sobre a doença e o mosquito transmissor, propondo o seguinte desafio à população: procurar e eliminar possíveis criadouros do Aedes Aegypti nas suas residências ou nos locais de trabalho. A missão toma dez minutos e pode ser feita uma vez por semana, espaço de tempo suficiente para evitar o nascimento do mosquito.

Para garantir o acesso dos agentes de saúde às residências, a Secretaria de Saúde conseguiu, junto à Justiça, alvarás que autorizam a sua entrada mesmo que o morador se recuse ou que o lote esteja fechado.

Teste Rápido – O secretário de Saúde do Distrito Federal, Rafael Barbosa, anunciou que em breve será oferecido na rede pública de saúde o teste de identificação rápida da dengue. Com ele será possível, em caso de confirmação da contaminação, iniciar o tratamento em pouco tempo e mapear a área onde o paciente possa ter sido infectado, em até 48 horas, evitando assim novas contaminações.

Decreto – A Semana de Prevenção da Dengue foi criada por decreto em julho de 2011. As ações de combate são intensificadas antes do período chuvoso, com o objetivo de impedir o aumento de casos da doença. A campanha de prevenção da dengue é realizada de setembro a maio, período em que os agentes passam de casa em casa para verificar situações de risco.

SMS – Durante a cerimônia, o governador Agnelo Queiroz assinou um termo de cooperação com a empresa de telefonia Telefônica/Vivo S.A, que se comprometeu participar da campanha de prevenção com o envio de 100 mil mensagens de texto por mês para os celulares de moradores do DF até maio de 2013.

O objetivo é alcançar 1 milhão de brasilienses, contando com as 500 mil mensagens de texto já enviadas pela operadora, entre fevereiro e maio deste ano.

Estiveram na cerimônia, os secretários de Governo, Gustavo Ponce de Leon, e da Casa Militar, Coronel Rogério Leão; a deputada distrital Arlete Sampaio; o diretor-geral do SLU, Gastão Ramos; e o diretor Regional da Vivo Centro Oeste, João Truran, entre outras autoridades.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: