Distrito Federal registra aumento de 9,9% de mortes violentas intencionais

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


O Distrito Federal se destaca, no Anuário Brasileiro de Segurança Pública, como um exemplo do quanto altos salários e contingente numeroso não garantem, por si só, diminuição da violência. Mesmo exibindo a maior quantidade de policiais (1 para cada 135 habitantes, enquanto Maranhão tem 1 para 710) e as mais elevadas remunerações (R$ 4,1 mil para um soldado da PM iniciante, só perdendo para o Paraná, que paga R$ 4,8 mil), a capital registrou aumento de 9,9% de mortes violentas intencionais %u2014 passando de 761, em 2011, para 836, em 2012. A taxa é de 32,1 mortes por 110 mil habitantes, superando a média nacional, de 25,8.

As informações da Secretaria de Segurança Pública do DF, entretanto, apontam números menores: 687 homicídios dolosos em 2011, e 792 no ano passado. A discrepância, segundo a secretaria, se dá em razão de o anuário usar fontes do sistema de mortalidade do Ministério da Saúde, catalogando, dessa forma, vítimas atingidas no Entorno que morreram nos hospitais da capital. Os dados da secretaria consideram apenas as mortes ocorridas, de fato, no território do DF.
Informou Renata Mariz do Correio Web

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: