Dois casos de Sequestros relâmpagos foram registrados no fim de semana em Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

A
Polícia Militar prendeu por volta de 1 hora da madrugada deste domingo (6) um
homem suspeito de cometer um sequestro-relâmpago no centro de Ceilândia, no
Distrito Federal. Segundo a corporação, ele e outro indivíduo roubaram o carro
de um casal e circularam pela região com as vítimas no veículo.

Os policiais intensificavam as rondas
em Ceilândia Sul quando foram informados de que o casal e o automóvel haviam
sido abandonados. Com informações sobre as características dos suspeitos, os
PMs localizaram a dupla. Um deles conseguiu fugir com os pertences roubados e o
outro, de 24 anos, foi reconhecido pelas vítimas.
O homem foi encaminhado à 23ª DP e foi
indiciado por roubo de veículo e roubo com restrição de liberdade da vítima. A
polícia investiga o crime e a localização do segundo envolvido.
Na noite da última sexta-feira(04), dois homens armados foram capturados pela Policia Militar
após invadirem e renderem os moradores de uma casa no Núcleo Rural Boa
Esperança, Chácara Três Irmãos, em Ceilândia Sul. A dupla de criminosos
chegou a amarrar as vítimas, levando objetos do interior da casa, além de um
veículo Fiat Siena prata.
Os bandidos tentaram
fugir, mas foram detidos pela polícia. Com eles foram apreendidas três armas de
fogo, sendo dois revólveres calibres 38 e uma espingarda Remington calibre 20,
além de uma espingarda de chumbinho. 
Todos os pertences das
vítimas e o automóvel foram recuperados.

Governo
garante que o Distrito Federal está mais seguro
Apesar dos altos índices de crimes violentos ocorridos em
Ceilândia, e registrados diariamente no jornal Diário de Ceilândia, o GDF
afirmou em uma coletiva com a cúpula da Segurança Pública, que o Distrito
Federal ficou mais seguro. De acordo com o balanço mensal sobre criminalidade,
divulgado nesta quinta-feira (3) pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz
Social, foram registradas 35 mortes no oitavo mês do ano contra 27 em junho de
2007, agosto de 2015 registrou o menor número de homicídios do Distrito Federal
dos últimos 97 meses
No balanço apresentado, a quantidade de crimes violentos
— homicídio, latrocínio, sequestro-relâmpago e estupro — caiu nos oito
primeiros meses do ano e ficou 13,2% abaixo das ocorrências no mesmo período de
2014. Houve ainda queda de 13,7% nos delitos contra o patrimônio. A maior
redução se deu no roubo a comércio, seguido de roubos e furtos a veículos. O
índice de roubo a residências, porém, subiu e chegou a 432 casos em 2015, 13,4%
acima do registrado de janeiro a agosto do ano passado.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: