Dr. Michel informa sobre processo de tortura e garante inocência.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Crédito :
O deputado Dr. Michel (PSL) explicou em plenário, na tarde desta quinta-feira (3), que é réu em uma acusação de tortura física e que seu processo foi encaminhado ao Conselho Superior do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT). O distrital afirmou que o procedimento deve-se a sua prerrogativa de foro privilegiado, por ser parlamentar. Ele ressaltou que possui um laudo pericial que garante a sua inocência.
“Fui um delegado rígido, mas não sou torturador. Sou um lutador pelas coisas certas. Não houve nenhuma lesão. Já fui absolvido pela Corregedoria e agora o juiz achou por bem encaminhar o processo Conselho Especial para apurar se houve qualquer ilícito”, destacou o deputado.
Eliana Pedrosa (PSD), Siqueira Campos (PSC) e Olair Francisco (PTdoB) prestaram solidariedade a Dr. Michel e ressaltaram seu trabalho como delegado de polícia. Chico Vigilante (PT) também exaltou o histórico de Dr. Michel e observou que muitos criminosos costumam acusar policiais de tortura para prejudicá-los profissionalmente.

Bruno Sodré de Moraes – CLDF / Câmara em Pauta

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: