E o mundo, acaba na sexta?

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
E o mundo, acaba na sexta? Foto: Divulgação

Pedaços de satélite em queda podem atingir a Terra no dia 21. Exatamente no dia em que pregador dos EUA previu (de novo) o fim dos tempos


247 – O nosso planeta está mais uma vez na trajetória de um satélite em queda. Nesta sexta-feira, pedaços do satélite alemão ROSAT, que orbita a Terra, podem cair em qualquer ponto de uma extensa área entre os polos Norte e Sul. A ameaça vinda do espaço coincide com a data do fim do mundo, prevista pelo pregador norte-americano Harold Camping. Apresentador de programas de rádio, ele ficou mundialmente conhecido por aplicar numerologia a interpretações da Bíblia.
Uma das previsões de Camping, no entanto, não deu em nada. Segundo ele, o mundo iria acabar no dia 21 de maio. Como a Terra continuou girando, o americano de 90 anos refez a conta e anunciou que o novo (?!) fim do mundo seria em 21 de outubro. Camping pode estar certo. Talvez o impacto dos pedaços do ROSAT na Terra elimine a raça humana. Afinal, 30 fragmentos do satélite podem alcançar o planeta.
Mas, de acordo com o Centro Aeroespacial Alemão, a chance de uma pessoa ser atingida por peças do satélite é de 1 em 14 trilhões. Assim, a probabilidade de as pessoas morrerem e o mundo acabar é bastante ínfima. Entre os tuiteiros, a desconfiança sobre o #FimDoMundoSexta já é o tópico mais comentado do Twitter.
Os internautas duvidam mais uma vez da data para o último suspiro de nosso planeta. Segundo a ultrasseguida @Rochelle, o fim do mundo não vai chegar ao Brasil novamente. O motivo? “O país não tem capacidade para receber um evento deste porte”, tuitou.
O satélite ROSAT está desativado desde 1999. Ele era utilizado para pesquisas de buracos negros. Só o telescópio de imagem dele, que fazia raio X do céu, pesa 1,76 toneladas. Nos próximos dias, cientistas poderão estimar o local e horário exato da queda dos fragmentos do corpo artificial. No mês passado, outro satélite desativado – mas da Nasa – caiu no sul do Oceano Pacífico e não causou estragos.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: