Em Águas Lindas, drogas e grana na cueca.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram



TVCMN – Nessa terça feira 14/08 por volta das 11h00m, a equipe do GPT formada pelo Cabo Lino, soldados Oliveira, Rudney e J. Gomes, patrulhavam as ruas do Setor Pérola-I, quando passaram pela Quadra – 17,  desconfiaram de dois elementos que ao verem a viatura policial, esboçaram preocupação. Os policiais então resolveram passar a suspeição a limpo e abordaram os dois. Na busca pessoal, encontraram um pacote de maconha escondido dentro da cueca de Maicon de Lima Couto 25 anos, que também estava com R$19,00 em espécie no bolso. 

Conhecedores das formas que os traficantes usam para tentarem enganar a polícia, os militares resolveram fazer uma varredura nas proximidades e encontraram mais drogas escondidas junto de um muro. Não satisfeitos com a pouca quantidade encontrada, os policiais então usaram a tática de descobrir endereço que é perguntar como se fosse só para preencher o relatório. De posse dos endereços, foram à casa do segundo elemento que é o menor A.L.S.C de  16 anos, e logo ao chegarem ele foi dizendo que dentro de uma mala tinha mais maconha. Quando partiram pra casa de Maicon, o mesmo foi logo dizendo que  havia dado endereço errado, e levou os policiais na casa certa onde foram encontrados várias trouxinhas de maconha prontas para venda e dois pacotes com cocaína “batizada”, (aquela que os traficantes compram pura e misturam um monte de porcarias antes de revender aos viciados).   Veja mais fotos .

Com tudo em “pratos limpos”, os dois foram conduzidos para Delegacia e lá, naquela segunda busca antes de serem conduzidos ao novo aposento, foi encontrada mais grana na cueca do Maicon totalizando R$311,00 (trezentos e onze reais). Ao puxar a ficha dos dois, ficou constado que Maicon tem passagem por assalto a mão armada e A.L.S.C por tráfico de drogas

Em entrevista à nossa equipe, Maicon disse ser amigado e pai de dois filhos. Já o menor A.L.S.C diz ser casado e que a esposa está grávida. Também disseram que a cocaína fora comprada em Ceilândia por R$750,00 e a maconha por R$80,00.

COMENTÁRIO DO REPÓRTER: A polícia tem feito a sua parte combatendo ferrenhamente todo tipo de ação criminosa a que tenha conhecimento ou suspeite. Cabe aos governantes equipar melhor e melhor pagar nossos policiais, para que eles possam ter uma vida digna de servidores que prestam um relevante trabalho à nossa população. Carlos Leal, na ponta da língua.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: