EM ÁGUAS LINDAS, HILDO DO CANDANGO, DO PTB, “LIDERA AS PESQUISAS DE INTENÇÃO DE VOTO”.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


Municiado de pesquisas quantitativas e qualitativas e avaliações políticas, o secretário-chefe da Casa Civil do governo de Goiás, Vilmar Rocha (PSD), diz que a “base governista deve eleger, em outubro, de 70 a 75% dos prefeitos do Estado. A nossa base está estruturada há anos e, com Marconi Perillo no governo, fortaleceu-se ainda mais. Nós vamos surpreender nas grandes cidades, ganhando onde não se espera, e vamos confirmar o favoritismo nas médias e pequenas cidades”.


Vilmar frisa que a base governista, “como vai sair ampliada das eleições municipais, estará muito forte para a disputa de 2014”. O deputado federal licenciado frisa que, no Entorno do Distrito Federal, “o governo vai fazer barba, cabelo e bigode”. Na maior cidade do Entorno, Luziânia, garante que o deputado Cristovão Tormin, do PSD, será eleito. “Com facilidade”, acrescenta. “Lêda Borges deve ser reeleita em Valparaíso, assim como Luiz Carlos Attié em Cristalina.” Em Águas Lindas, Hildo do Candango, do PTB, “lidera as pesquisas de intenção de voto”.



No Sudoeste, Vilmar aposta em vitórias “folgadas” em Mineiros e, sobretudo, Rio Verde. “O prefeito Juraci Martins está muito bem avaliado e deverá ser reeleito.”

Vilmar frisa que a base vencerá também em Santa Helena. “A base está forte no município e devemos derrotar o candidato apoiado por Alcides Rodrigues.” O secretário admite que o quadro de Itumbiara é difícil. “Mas o prefeito José Gomes da Rocha tem o hábito de comandar viradas eleitorais fantásticas. O vice de Chico Bala, José Antônio, é do PSD.” Em Itumbiara, o candidato favorito é Gugu Nader, do PMDB.

No Norte de Goiás, Vilmar avalia que a base governista vai eleger os candidatos das principais cidades. “Em Uruaçu deve ser eleito Valmir Pedro (PSDB), que articulou uma aliança ampla. Em Porangatu, a tucana Gláucia Melo está liderando as pesquisas. Em Minaçu, os nomes fortes são todos da base.”

Na Grande Goiânia, a base governista considera que o único caso perdido é o de Anápolis. Vilmar não concorda com a tese de “caso perdido”. Mas admite que o prefeito Antônio Gomide é sólido. “Em Trindade, vamos eleger Jânio Darrot (PSDB), um empresário moderno. Em Aparecida de Goiânia, município que tem o segundo maior eleitorado do Estado, Ademir Menezes, do PSD, tem chance de derrotar o prefeito Maguito Vilela.”

Em Jaraguá, a aposta da base aliada é o empresário Zilomar Antônio de Oliveira (PSDB). “Ele é um empresário e gestor competente. Vamos ganhar.”

Como ganhou a maior parte do tempo de televisão do DEM, o PSD ficou muito forte. “Nós temos o terceiro maior tempo do país. Perdemos apenas para PT e PMDB e ganhamos do PSDB. Teremos o fundo partidário — cerca de 12 milhões de reais por ano. O PSD, além de parlamentares e prefeitos, agora tem estrutura.”


 Fonte: Jornal Opção

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: