Em entrevista exclusiva, distrital defende mídia alternativa.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


Os veículos de comunicação alternativos estão finalmente recebendo o reconhecimento de seu poder de alcance junto à comunidade.
Tramita na Câmara Legislativa do DF o projeto de lei 1152/2012 que, se for aprovado, obrigará o GDF a destinar no mínimo cinco por cento dos recursos previstos para investimentos em publicidade institucional. Atualmente, não há destinação de orçamento para blogs, jornais de quadra, revistas e rádios alternativas.

Os poucos que recebem algum tipo de financiamento não são pagos com regularidade ou são forçados a cumprir verdadeiras vias cruxis para ter acesso a algum recurso.Abaixo, o autor do projeto, deputado distrital Cristiano Araújo, atual secretário de Desenvolvimento Econômico do DF, fala sobre a proposta.
O que motivou a proposta ?
 Desde que assumi a vida parlamentar, em 2007, tive uma aproximação muito boa e saudável com os veículos de comunicação alternativos. Essa proximidade me permitiu acompanhar as dificuldades que esses pequenos empresários enfrentam diariamente para manterem seus escritórios, suas empresas, em funcionamento.
Mais recentemente, cerca de 80 jornais, rádios e revistas reuniram-se em associação e criaram a Asecom (Associação dos Veículos de Comunicação Comunitária do DF e Entorno). Eles me procuraram, conversamos bastante e desenvolvemos essa ideia que está consolidada no PL 1152/12.
 Isso é um reconhecimento da força que esses meios possuem junto à comunidade ?
 Sem dúvida! Todos são muito importantes por levarem à comunidade informações que muitas vezes não chegam à população pelas mídias tradicionais. São blogs, jornais, revistas e rádios com informações focadas em suas comunidades que prestam um serviço essencial e gratuito. Então, se o Estado investe nos grandes, por que não fazer o mesmo com os pequenos?
 O senhor acredita que esse projeto será aprovado ?
 Olha, eu acho que o pleito é muito justo e eu tenho certeza que os deputados distritais apoiarão e estão apoiando a proposta incondicionalmente. Todos  conhecem a importância de vocês sabem as dificuldades que enfrentam para realizar seu trabalho. Ninguém quer ver os alternativos em peregrinações humilhantes pelos corredores dos órgãos públicos atrás de recursos. Esse projeto vai garantir a independência financeira e ideológica dos veículos alternativos.
 Já estão chamando de “Lei Cristiano”…
Essa foi uma grande homenagem que recebi dos veículos alternativos. Fiquei muito feliz com isso, mas o nome dela não importa. O importante é que seja discutida e aprovada ainda neste ano para que entre em vigor já em 2013. Mas para isso é importante que os alternativos se mantenham unidos e mobilizados, acompanhando a tramitação do projeto na Câmara Legislativa, conversando com os deputados e propondo aperfeiçoamentos se entenderem necessário.
E na Câmara Legislativa ? É possível alguma iniciativa semelhante ?
 Acredito que sim! Mas acredito que precisamos avançar com o PL 1152/12 primeiro, ficarmos a bandeira para depois seguirmos.
 O senhor está voltando para a Câmara Legislativa ?
Não há essa intenção. No momento estou cumprindo uma missão auxiliando o governador Agnelo como secretário de Desenvolvimento Econômico. A SDE hoje é uma pasta com grandes projetos que poderão consolidar a economia do DF, mudando sua matriz que hoje é fundamentada no setor público e de serviços. Estou empenhando o meu trabalho para fazer o melhor que eu puder. Mas eu sempre trabalho em equipe. E se nossa equipe, nosso grupo, nosso governo entender que eu devo retornar à Câmara Legislativa, eu voltarei. Mas essa é uma discussão que não existe de maneira concreta
Fonte: Blog GBU / Blog Radio Corredor

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: