EM NOTA, CHICO VIGILANTE LAMENTA POSTURA DE REPRESENTANTES DO PSOL/DF E ATACA CELINA LEÃO.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
NOTA À IMPRENSA
O deputado Chico Vigilante, líder do Bloco PT-PRB, vem a público lamentar a postura de representantes do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) do Distrito Federal, que após reunião com o presidente da Câmara Legislativa, deputado Patrício (PT), realizada nesta segunda-feira (7/11), divulgaram nota pedindo apuração das denúncias contra o governador do DF, Agnelo Queiroz (PT), além de noticiar que posteriormente enviarão à Câmara um pedido de impeachment contra Agnelo.

 ”Conheço os militantes do PSOL, muitos oriundos do PT, e lamento profundamente o equivoco que cometeram hoje, quando vieram a esta Casa Legislativa divulgar uma nota pífia, sem nenhum fundamento e ainda avisaram que entrarão com pedido de impeachment contra o governador Agnelo Queiroz (PT)”, diz Chico Vigilante (PT).

“O PSOL desaprendeu a fazer oposição. Quiseram apenas criar um factóide”, diz Vigilante. “Eles perderam as eleições e agora querem que aconteça um terceiro turno no DF. O que estão fazendo é difundir a intranqüilidade na cidade”, complementou o parlamentar.

Comissão de Ética – Sobre a reunião da Comissão Ética, que deveria ter acontecido na manhã de hoje (7/11), mas foi cancelada devido à ausência de Daniel Tavares, que prestaria depoimento sobre suposto esquema de corrupção envolvendo o governador Agnelo Queiroz quando dirigia a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Chico Vigilante  lamenta a postura da deputada Celina Leão (PSD), que  disse ter ouvido  Tavares de forma oficiosa.

Segundo ela, Daniel teria acusado o governador de ter recebido propina para beneficiar a empresa União Química. A deputada ainda adiantou para a imprensa um comprovante de transação bancária de 2008 no valor de R$ 5 mil da conta de Tavares para a de Agnelo.

“A deputada Celina Leão se vale da imunidade parlamentar para atacar o governador Agnelo. Numa tentativa torpe, a deputada tenta envolver o governador em supostas denúncias. Falar em propina via transferência bancária é zombar da inteligência das pessoas”, diz Vigilante.  “Tudo que ela afirmou já está sendo investigado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e pela Polícia Federal (PF). É a oportunidade que o governador terá para defender sua honra”, lembrou o parlamentar.

Segundo Chico Vigilante, prova de que o governador não deve nada é o fato que Agnelo tomará as medidas cabíveis e processará a deputada por calúnia e difamação.
Blog do Donny.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: