Em um dia de azar, distrital Benedito Domingos se aproxima da cassação política

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


Esta terça (26) não foi um dia de sorte para o distrital Benedito Domingos (PP). No sorteio para escolher o relator sobre o processo a que ele responde por quebra de decoro, deu Patrício (PT). Justamente quem, na condição de corregedor, apressou o trâmite da ação ao propor que, a partir do sobrestamento, o caso fosse analisado diretamente na Comissão de Ética. Benedito tentava atrasar o julgamento, propondo que o processo retornasse à fase inicial.

Patrício dá claros sinais (veja a entrevista ao blog Grande Angular) de que não deve aliviar em seu relatório. Mais um passo, portanto, rumo a uma possível cassação política de Benedito.
Três perguntas para Patrício:
A proteção dos distritais ao mandato de Benedito foi, por vários meses, flagrante. Com qual disposição assume a relatoria do caso?
Com a disposição de ser justo e de fazer o meu trabalho como deputado, corregedor, membro da comissão e relator. A Câmara Legislativa tem um desafio, que é dar para a sociedade a resposta que ela espera da gente enquanto Poder Legislativo. É preciso cortar na carne, mas isso precisa ser feito com justiça e estritamente dentro da legalidade.
Pelo o que conhece das denúncias contra Benedito, Benedito, em sua opinião, quebrou o decoro?
Com certeza. Há um conjunto probatório no processo judicial julgado por unanimidade no Conselho Especial do TJ. Seria incoerência dizer que não há nada contra o deputado se não fosse esse o entendimento de 17 dos 17 desembargadores que compõem o órgão colegiado. Tivemos acesso ao acórdão, ele está muito bem substanciado e esse processo será utilizado administrativamente na elaboração do meu parecer como relator.
Teme receber pressão na condução dessa relatoria?
De forma alguma. Já enfrentei situações muito piores enquanto presidente e até mesmo como corregedor. Não me deixei nem me deixarei levar por qualquer tipo de pressão. Seguirei firme no meu trabalho, à luz da Constituição Federal, da Lei Orgânica, do Regimento Interno e do Código de Ética.
Veja Brasília / Grande Angular

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: