Empresário do grupo Amaral jurou de morte governador e vice

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


O dono do Grupo Amaral, Dalmo Amaral, 78, cujas empresas estão sob intervenção do governo do Distrito Federal, ameaçou assassinar o governador Agnelo Queiroz (PT) e seu vice Tadeu Filippelli (PMDB), quando equipes do governo assumiram o controle de suas três empresas de ônibus, segunda-feira (25). Exaltado, o empresário se referiu a “contas a ajustar” com Fillippelli, que comandou a operação.

Levando a sério

O governo do DF minimizou a ameaça de Dalmo Amaral, considerando sua idade, mas mudou de idéia: ao menor movimento, ele será preso.
Fonte: Cláudio Humberto

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: