Entorno-DF: Policiais Civis fazem assembleia e inciam greve semana que vem.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Do Correio Web.

Os policiais civis do Estado de Goiás que atuam na região do Entorno do Distrito Federal fizeram uma assembleia nesta terça-feira (11/10) e decidiram que entrarão em greve na próxima terça (18/10). O sindicato dos Policiais Civis de Goiás (Sinpolgo) informou que cerca de 400 policiais aderiram ao movimento. Entre as reivindicações, a categoria exige aumento na gratificação por localidade, que hoje é de R$ 276, para R$ 800. O encontro aconteceu em frente à sede da Polícia de Valparaíso-GO.

Segundo o presidente do Sinpolgo, Silveira Alves, outro motivo que fez a categoria optar pelo indicativo de greve foi o fato de o governo de Goiás não cumprir o acordo para a alteração na gratificação em setembro, passando-a de R$ 276 para R$ 552. “Nossa paralisação será por tempo indeterminado. Enquanto o governo não colocar em prática as promessas feitas e sentar para negociar com a gente, não iremos trabalhar”, diz o presidente.

Silveira Alves falou ainda que os sindicalistas exigem a convocação imediata dos aprovados em concurso público, realizado em 2008. “O governo disse que não vai chamá-los e jamais concordaremos com isso. No total, 674 foram empossados. Destes, 150 já pediram exoneração. Queremos a convocação de 350 remanescentes, que alcançaram média na prova e precisam ser chamados para a academia de polícia”, completou.

A princípio, a greve não se estende aos policiais das demais localidades do Estado de Goiás. A paralisação atinge apenas as cidades do Entorno do DF.

Por meio da assessoria de imprensa, o secretário de Segurança Pública de Goiás, João Furtado de Mendonça Neto, informou que a SSP-GO vai pedir à Justiça que considere ilegal a greve e afirmou que vai cortar o ponto dos policiais que aderirem à paralisação.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: