Escolas amanhecem fechadas em protesto à ação da polícia contra professores

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Em
protesto à ação truculenta da Polícia Militar contra os professores,
muitas escolas da rede pública de ensino decidiram fechar as portas nesta
quinta-feira (29/10). Docentes que não aderiram ao movimento grevista cruzaram
os braços em solidariedade aos colegas agredidos e presos na quarta (29). A
categoria tem manifestação agenda para a manhã de hoje no centro de Taguatinga.

O movimento grevista voltou a se reunir para reivindicar o
pagamento da terceira parcela do reajuste que estava previsto para setembro.
Cerca de 300 pessoas estão no centro de Taguatinga, de onde seguem até
residência oficial do governador, em Águas Claras, fechando uma das vias da
EPTG.
Na quarta, professores fizeram ato pelo pagamento do
reajuste salarial que deveria ser pago em setembro na altura da 116
Sul, na 215 Norte, Ponte do Bragueto e na Rodoviária. Sete
manifestantes foram levados para a 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul).
Alguns chegaram a ser algemados e outros alegam que foram feridos por
balas de borracha.




Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: