Familiares de jovem morta na Ceilândia fazem passeata para cobrar justiça

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


Por volta das 18h de hoje, familiares e amigos de Leudiquene Santos da Conceição, jovem estuprada e morta na QNO 20 da Ceilândia, realizaram uma passeata para cobrar justiça na resolução do caso. O percurso começou no local onde o crime aconteceu. Os cerca de 30 manifestantes seguiram em direção à escola em que a adolescente de 17 anos estudava e retornaram aos fundos do quiosque de lanches onde a moça foi violentada e assassinada.

Três mesas, dois suportes de velas e um crucifixo foram montados próximos ao local do crime por membros da igreja, para a realização da missa de sétimo dia e de uma homenagem à Leudiquene. “Vamos plantar uma roseira branca no lugar em que ela foi morta, para simbolizar o encontro da alma dela com Deus”, explicou o diácono Emerson Cândido, um dos responsáveis pela organização da missa.
Correio Web

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: