Feira Central de Ceilândia se prepara para a Copa de 2014

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Imagem inline 8


N
asceu, cresceu e esta se desenvolvendo junto com a cidade, é assim a mais antiga e maior feira de Ceilândia, uma das mais tradicionais do Distrito Federal, e que em breve também deve ser a mais visitada.

Ceilândia, a cara do nordeste, nada melhor que a Feira Central da cidade, que é o ponto de encontro dos nordestinos, para refletir essa essência que contagia e resgata a cultura popular do nosso povo.


Mais de 610 mil moradores vivem hoje Ceilândia, em sua maioria nordestinos ou descendentes, que vieram para a capital em busca de uma vida melhor, e com o acolhimento da cidade acabaram ficando. Junto com o povo vieram suas tradições, cultura e costumes. Os ícones visíveis dessa cultura são as feiras da cidade.

Em 1976 surgia a 1º Feira da cidade. Localizada no centro de Ceilândia, a Feira Permanente, maior sensação da cidade na época, foi construída ao lado da Caixa D’agua e deu o ponta pé inicial no desenvolvimento do comércio local.

Hoje, em mais de 10 mil m² estão espalhados mais de 446 boxes, que comercializam desde frutas e verduras à bijuterias e roupas de diversos estilos e preços baixos.

Semanalmente mais de 10 mil pessoas passam pela Feira Central de Ceilândia. “É um local que você encontra de tudo, são diversas coisas em um só lugar, isso facilita e muito as compras” diz a dona de casa Francisca da Silva, de 45 anos, que pelo menos uma vez por semana frequenta o espaço.

Imagem inline 9

São quinquilharias, perfumes, hidratantes, bijuterias, chapéus, decoração e diversos acessórios que você encontra em diversos corredores que cortam a feira mais nordestina do DF, sem falar da culinária que é de dar água na boca, com diversas lanchonetes e restaurantes que servem uma comida de dar inveja.

Desde o início de 2011 a Administração de Ceilândia trabalha intensamente para organizar e melhorar a cada dia as condições da Feira Central, que hoje possui vestuários, estacionamento amplo e banheiros que em breve deverão ser reformados e adaptados para pessoas com deficiência.

Frequentemente a Administração Regional, preocupada com o turismo da cidade e principalmente com a Copa do Mundo de 2014, vêm realizando reuniões com representantes da feira, e buscando com diversos órgãos melhorias para o local. São preocupações da Regional a questão da segurança, limpeza, fiscalização e higiene do espaço.

Segundo o Administrador de Ceilândia, Ari de Almeida, não se pode vir ao Distrito Federal e deixar de conhecer a Feira Central de Ceilândia, “É a maior riqueza que temos na nossa cidade, temos que mostrar nossas qualidades e o que temos de bom” diz o Administrador, que é nordestino e filho de feirante. “Vim para cá aos 2 anos de idade, e a feira foi a primeira coisa que identifiquei me ao chegar aqui” complementa Ari de Almeida.

Segundo Ari, um dos pedidos do governador Agnelo Queiroz e do deputado distrital Chico Vigilante é para que seja dada uma atenção especial a todas as feiras da cidade, que é a principal característica de Ceilândia, e nelas refletem o povo que ajudou a construir essa cidade.

A Administração Regional vem se reunindo com diversos órgãos, como Coordenadoria das Cidades, PM, AGEFIS e Vigilância Sanitária para tratar de melhorias e a organização da feira. 

O GDF também está qualificando diversos profissionais, com diversos cursos, inclusive o de vendedor, através do Qualificopa, que já formou mais de 2,5 mil pessoas. Durante a Copa do Mundo estaremos mais que preparados para atender e vender nossos produtos para os turistas. E o governador Agnelo Queiroz já anunciou a criação de um curso de línguas, que tem com parceiro o Instituto Federal de Educação. Serão oferecidos cursos de inglês, espanhol e francês. Segundo o governador até o final de 2013, serão inauguradas 14 escolas técnicas em todo DF, uma delas será em Ceilândia.
Segurança

Com o intuito de melhorar a segurança local da feira de Ceilândia, diversos representantes dela se reuniram com funcionários da Administração Regional, o Comandante do 8º Batalhão da Polícia Militar, Cel. Madureira, e o Sub-Comandante, Majó Ilineu para tratarem sobre assunto. Após a reunião, os responsáveis pela PM em Ceilândia prometeram aumentar o número de rondas e reforças as operações nas mediações das mesmas. Recentemente o Administrador, Ari de Almeida, reforçou o pedido ao Batalhão da PM e à AGEFIS para que sejam realizadas operações de fiscalização e organização da feira, gerando assim uma sensação de mais tranquilidade aos feirantes e visitantes.
Imagem inline 10
Regularização

Em abril o governador Agnelo Queiroz, acompanhado do deputado distrital, Chico Vigilante, e do administrador de Ceilândia, Ari de Almeida, assinou decreto que regularizou todas as feiras do Distrito Federal. Em breve a Administração de Ceilândia estará entregando termo de permissão para todos os feirantes. Mais cidadania e legalidade.
Higiene

As condições higiênicas do ambiente de trabalho e o cumprimento das exigências oficiais e legais são fatores importantes na produção e comercialização dos alimentos seguros e de qualidade.
A carne por ser um alimento muito perecível, necessita da utilização de métodos de conservação eficientes e eficazes, especialmente após o abate do animal.
Quem mora em Ceilândia sabe que a venda de carnes, principalmente de aves e peixes, na Feira Central é considerado tradição, portanto tem de haver uma grande cautela na hora de adquirir esses alimentos.
Atento a isto a Administração de Ceilândia e a Vigilância Sanitária realizaram no dia 28 de maio uma palestra educativa para todos os permissionários dos boxes que manuseiam e comercializam carnes de aves e peixes em geral.
Com a participação de 55 feirantes, o objetivo foi preparar as pessoas sobre o regulamento técnico com relação às condições higiênico-sanitárias e orientá-las para que posteriormente possam combater a comercialização de carnes clandestinas.

Imagem inline 11
Reformas e infraestrutura

Uma das grandes prioridades do GDF e da Administração Regional desde o início do ano passado é a revitalização de todas as feiras da cidade. Pela primeira vez na história de Ceilândia todas as feiras estão recebendo grandes reformas, que irão levar mais qualidade de vida e comodidade aos visitantes e feirantes. Na Feira Central, a Administração já reformou o estacionamento e agora está dialogando com a NOVACAP para realizar a reforma dos banheiros com adaptação para deficientes.

Hoje a Feira de Ceilândia é outra, com uma nova cara e novas melhorias a cada dia, os moradores e feirantes têm orgulho do espaço. E ainda tem muito para vir. É o desenvolvimento de Ceilândia que está transformando todos os setores da cidade.

Ascom RA IX

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: