Filippelli pode deixar Agnelo a qualquer momento.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Em 2010, Rollemberg (PSB), Cristovam (PDT) e Filippelli (PMDB) apoiaram Agnelo Queiroz na disputa pelo GDF. Já em 2014, possivelmente estarão bem distantes do governador Agnelo (PT)
Ex-pupilo de Joaquim Roriz, Tadeu Filippelli (PMDB) apostou na candidatura de Agnelo Queiroz em 2010 e venceu as eleições. No governo do Novo Caminho, Filippelli, que também é vice-governador, empresário e presidente do PMDB-DF, ficou com uma fatia considerável do Governo.

Parte da CEB, CAESB, Secretaria de Obras, Secretaria de Transporte, Novacap e TCB, são apenas alguns exemplos do poder dado ao vice-governador nos últimos anos.
Filippelli tem muitos cargos e poder no Governo petista de Agnelo Queiroz.
Filippelli tem muitos cargos e poder no Governo petista de Agnelo Queiroz. Todos desconfiam do vice que comanda o PMDB no DF
Em conversas isoladas, Filippelli tem reclamado da falta de espaço no GDF, contrariando petistas e outros aliados de Agnelo que não concordam com o posicionamento – e gula –  do vice.
Por outro lado, nos últimos dias têm crescido muito o boato de que a qualquer instante o  PMDB do vice-governador Tadeu Filippelli deixe a base aliada do governador petista.
Ávido pelo poder e sempre de olho nas pesquisas de opinião,  Filippelli costuma correr no sentido de quem tem mais chances de vencer. Isto ocorreu com Joaquim Roriz, José Roberto Arruda e Agnelo Queiroz.
O clima está muito tenso no Buriti. Aliás, extremamente tenso, complicado e perigoso. O jogo está apenas começando e o homem que traiu Roriz corre o sério risco de trair novamente ou de ser traído pelo destino por excesso de confiança.
Filippelli nega que esteja deixando a base. Façam suas apostas…
Informou Donny Silva

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: