Garota de Ceilândia é escolhida como símbolo de campanha da ONU

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

[ONUBR] Para representar os diferentes
contextos em que vivem as meninas de 10 anos de todo o mundo, seus desafios e
oportunidades, o relatório Situação da População Mundial 2016 retrata 10
meninas de 10 anos de 10 diferentes países.

O relatório analisa o modo
como fatores cruciais tais como leis, serviços, políticas, investimentos, dados
e padrões que permitam garantir os direitos das meninas com idades entre 10
anos ou mais podem determinar o cumprimento da Agenda 2030 e seus 17 Objetivos
de Desenvolvimento Sustentável.

Uma da meninas é Samantha
Borges Mota, é brasileira. Ela vive com os pais e o irmão mais novo em
Ceilândia, onde é aluna da 4ª série da rede pública de
ensino. Ela gostaria de se casar um dia e ter dois ou três filhos, mas esse não
é um objetivo próximo. “Será mais pra frente”, pondera.

Samantha gosta de estudar
matemática e já foi premiada 4 vezes pelo seu desempenho escolar. Seu sonho,
quando crescer, é se tornar uma policial. “Porque eu gosto dessa profissão e do
que eles fazem”, explica. Se tiver as condições adequadas, Samantha certamente
poderá conquistar o seu sonho.
Ela foi escolhida entre
diversas garotas do todo o mundo para apresentar a realidade dos países
analisados. A menina vai ajudar a fazer com que a Agenda 2030 possa, de fato,
ajudar em um desenvolvimento global no qual todos tenham seus direitos
respeitados. No relatório, apresentado nesta quarta, o argumento é que a agenda
só terá sucesso caso todas as meninas que estão atualmente com 10 anos possam
estar saudáveis, escolarizadas e produtivas nos próximos 15 anos.

*Com informações da ONUBR

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: