GDF anuncia ações para garantir segurança pública.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


Governador determina troca no comando da Polícia Militar, reforço no policiamento ostensivo e apuração dos casos de insubordinação, em cumprimento ao Plano de Segurança do GDF
O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, convocou uma reunião na tarde de hoje para traçar uma série de ações em cumprimento ao Plano de Segurança do Governo do Distrito Federal. Além de determinar o reforço no policiamento em todas as cidades, com apuração dos casos de descumprimento a essa determinação, Agnelo Queiroz decidiu substituir o comandante-geral da Polícia Militar do Distrito Federal.

“Não vamos aceitar medida alguma que ponha em risco a população. Ao detectar isso, seremos muito rigorosos, faremos inquérito policial e tomaremos todas as providências para termos um melhor funcionamento do nosso policiamento”, afirmou o governador antes do encontro. “Nossa polícia é uma boa polícia, é bem preparada é bem paga e uma minoria não pode responder ou tentar desmoralizar uma instituição como essa que é muito querida e respeitada pela população do DF”, ressaltou.
“O governador determinou que algumas medidas fossem tomadas para que se restabeleça a tranquilidade no Distrito Federal, nos assuntos pertinentes à área de Segurança Pública. Entre as medidas, a troca de comando da Polícia Militar”, informou o secretário Sandro Avelar. O coronel Suamy Santana da Silva assume o cargo no lugar do também coronel Sebastião Gouveia.
Suamy Santana é policial militar há 28 anos. Bacharel em Direito, especializado em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e em Direitos Humanos pela Universidade de Brasília (UnB), foi assessor do Ministério da Justiça no primeiro ano do governo Lula. No Distrito Federal, comandou a Academia de Polícia Militar durante três anos, foi Chefe do Estado Maior da corporação e subcomandante-geral nos primeiros meses da atual gestão. Desde o segundo semestre de 2012, exercia o cargo de secretário-adjunto de Segurança Pública: é um dos idealizadores do programa de Policiamento Inteligente e do Disque-Denúncia da secretaria.
“A troca de comando ocorreu no momento oportuno, pois precisamos implementar uma política de policiamento ostensivo, que faz parte do Plano de Segurança do Governo”, destacou Sandro Avelar. “O novo comandante vai chegar imbuído desta responsabilidade que é regularizar o cumprimento das atribuições da Polícia Militar”, acrescentou.
Além da troca de comando da corporação, o governador Agnelo Queiroz determinou a unificação das ordens do Comando-Geral da PMDF, com todos os batalhões empenhados no policiamento ostensivo. Não estão descartadas punições para quem descumprir essas orientações.
A cerimônia de transmissão de posse na PMDF ocorrerá nos próximos dias. Ainda não foi definido o nome do próximo secretário-adjunto de Segurança Pública do Distrito Federal.

GDF

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: