GDF entrega reforma de centro de saúde em Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Unidade atende, em média, 450 pessoas por dia e conta com especialistas  em clínica médica, pediatria, ginecologia e odontologia

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, acompanhado da primeira-dama, Ilza Queiroz, participou da cerimônia de reabertura do Centro de Saúde nº 3 de Ceilândia, na manhã desta terça-feira (3).

A unidade, que possui 800 metros quadrados de área construída, foi entregue à população após um ano e meio de reforma em toda a sua estrutura.

A unidade, que pode receber, em média, 450 pessoas por dia, conta com especialistas em clínica médica, pediatria, ginecologia e odontologia em agenda semiaberta, em que as consultas são marcadas, mas há possibilidades de encaixes. As obras do centro tiveram investimento de pouco mais de R$ 900 mil.

 “Realizamos a reforma completa na estrutura física, desde piso e encanamento até a parte de informática, para que os profissionais possam trabalhar com dignidade e a população seja atendida em um centro de alta qualidade”, destacou o governador.

Estrutura – A recuperação incluiu a substituição das redes hidráulica, de esgoto e elétrica, além dos sistemas de dados e de áudio. O centro recebeu pintura geral externa e interna, reparos no alambrado, reformas nos sanitários e substituição do piso. Para facilitar o acesso de pessoas com necessidades especiais, a unidade recebeu rampas de acesso.

A aquisição de novos computadores, equipamentos e impressoras informatizou os procedimentos, proporcionando mais agilidade e precisão ao atendimento.

“Em Ceilândia, este centro é considerado modelo de atendimento, com equipe completa. Vamos readequá-lo para que ele possa atender em horário de agenda aberta, com funcionamento de 7h as 19h”, afirmou o secretário de Saúde, Rafael Barbosa. Os Centros de Saúde nº 9 e nº 10 também estão sendo reformados.

De acordo com Agnelo Queiroz, esses investimentos integram a nova política de funcionamento do Sistema Público de Saúde. “Um dos nossos grandes objetivos é facilitar o acesso da população aos serviços de saúde, com assistência perto de casa. A ideia é que os casos menos graves e a parte preventiva sejam atendidos nos centros, diminuindo, assim, o fluxo para o pronto-socorro”, explicou o governador, ressaltando também as Clínicas da Família e Unidades de Pronto Atendimento.


Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: