GDF finaliza derrubada de barracos no Sol Nascente com 213 edificações demolidas

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


O Governo de Brasília informou em nota que terminou nesta quarta-feira
(2) a operação de derrubada de barracos do Trecho 2 do Setor Sol
Nascente, em Ceilândia. Desde o início dos trabalhos, em 24 de novembro, foram
derrubadas 213 construções. Servidores da Agência de Fiscalização do Distrito
Federal (Agefis) e de outros 13 órgãos do governo participaram da ação.

Segundo
a agência, as edificações removidas daquela área eram fruto de grilagem. Além
delas, havia no local espaços murados que abrigavam lotes ilegais demarcados
por grileiros. Ali seriam erguidas outras moradias.

Inicialmente,
a previsão era derrubar 200 edificações. De acordo com a Agefis, o número foi
superior porque novas surgiram no intervalo entre o começo e o fim da operação.

Balanço do dia

Ontem, derrubaram-se 128 edificações em alvenaria, demoliram-se 920 metros de
muros, retiraram-se 1,72 mil metros de cercas e soterraram-se 28 fossas. A
Companhia Energética de Brasília desligou 74 pontos clandestinos de energia, e
a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) desligou 21
pontos de água.


Pró-Moradia II

O espaço que foi desocupado abrigará 2.148 novas unidades habitacionais do
programa Pró-Moradia II. Estão previstos para as obras cerca de R$ 220 milhões,
que virão do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal. A
área pertence a Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap) e encontra-se em
processo de doação à Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito
Federal (Codhab).

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: