GDF garante que aumento de carga horária de profissionais irá normalizar atendimento nas UPAS

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

O Governo de Brasília informou que, as escalas das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) do Distrito Federal,
bem como as de alguns serviços de emergência da rede, serão reforçadas a partir
desta semana, graças à alteração da carga horaria de 20h para 40h para 200
servidores da Secretaria de Saúde. O pedido, feito à Governança, foi autorizado
em 30 de setembro e a publicação feita na sexta-feira (16) na edição extra do
Diário Oficial do DF.

“A gente teve essa ideia para tentar impedir que as UPAs e alguns
serviços sejam fechados. Fizemos um levantamento e depois pedimos a autorização
para chamar até 200 servidores”, disse o secretário de Saúde, Fábio Gondim.
A maior parte dos servidores são técnicos de enfermagem, seguidos de
profissionais de clínica médica. Além deles, também tiveram alteração de
horário pediatras, anestesiologistas, neonatologistas, intensivista adulto e
ortopedistas. Confira a lista completa aqui.
CONTRATAÇÕES – A
Secretaria de Saúde tem trabalhado para que o atendimento à população não seja
interrompido. Desde o início do ano, foram convocados 915 concursados. Destes,
628 tomaram posse. A expectativa da secretaria é que até o final do ano sejam
feitas novas admissões até preencher as 705 vagas já autorizadas pelo governo
de Brasília.
Além disso, outras 165 nomeações já foram autorizadas e a publicação no
Diário Oficial deve sair em breve. Segundo a subsecretária de Gestão do
Trabalho e da Educação em Saúde, Flávia Cáritas, a prioridade é reforçar as
áreas de maior carência de profissionais. “Assim, iremos chamar pessoas de
especialidades de maior necessidade na rede”, complementa.

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: