GDF tenta amenizar números de homicídios com o plano Juventude Viva.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


O Distrito Federal e o Entorno aderiram o Plano Juventude Viva, iniciativa do Governo Federal para reduzir a vulnerabilidade de jovens a homicídios. O lançamento do projeto ocorre nesta quinta-feira (5/9) no Palácio do Buriti. Os ministros Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência da República e Luiza Bairros, da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, participam da solenidade.



Dados do Sistema Único de Saúde (SUS) apontam que, em 2010, o DF apresentou taxas elevadas de mortes por causas violentas. Foram registrados 800 óbitos, o que corresponde, em média, a 35 mortes para cada 100 mil habitantes. Do total, 57,84% dos homicídios foram de jovens, sendo que 88,41% das vítimas eram negras e 82,71% do sexo masculino.


No Entorno, o plano contempla as cidades de Luziânia, Valparaíso, Águas Lindas, Novo Gama, Formosa e Santo Antônio do Descoberto, que concentram os mais altos índices de homicídio de jovens, sobretudo negros, com idade entre 15 e 29 anos. Em municípios como Novo Gama e Águas Lindas de Goiás, 100% dos jovens assassinados em 2010 eram negros.

Com informações do Correio Web

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: