Geraldo Messias de Águas Lindas perde aliados

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

A Operação Monte Carlo está fazendo um estrago na vida política de muita gente, mas a devastação deixada no caminho do prefeito de Águas Lindas de Goiás, Geraldo Messias (PP), não só interrompeu a trajetória da reeleição como também causou perda de aliados.

Católico militante, Messias tem amargado os dissabores de ver o seu principal  sustentáculo nas camada mais pobres, os católicos que trabalham nas comunidades de base, debandando por causa das más notícias envolvendo o prefeito com a jogatina. Até os neoevangélicos, que nutriam simpatia pelo projeto social de Messias, já estão procurando outros aliados, principalmente o deputado e pré-candidato a prefeito Hildo do Candango (PTB).

“Só um milagre pode salvar o prefeito da desmoralização pública na próxima campanha eleitoral”, conta um vereador aliado. Na cidade, o assunto principal é o futuro de Messias na vida pública. Ninguém aposta numa virada de mesa a favor do prefeito. “Messias conseguiu ser pior do que o prefeito anterior, que teve a prisão decretada pela Justiça. Vamos aguardar os acontecimentos para reorganizar as forças políticas que estão abandonando o prefeito”, avalia um opositor de Messias com cargo na prefeitura.

Edna Santos entrega secretaria com sede nova e anuncia recursos federais
A secretária extraordinária de Desenvolvimento do Entorno do Distrito Federal, Edna Aparecida Alves dos Santos, deixa o cargo nesta segunda-feira, 2, mas antes entrega a nova sede da secretaria, que passa a funcionar em Valparaíso, no Parque São Bernardo. Edna anuncia aos prefeitos e lideranças políticas da região que que as obras do Programa de Aceleração do Crescimento no Entorno do Distrito Federal, que devem começar este ano, terão investimentos superiores a R$ 7 bilhões do governo federal.

As obras vão beneficiar  os mais de 2 milhões de habitantes de 22 municípios, 19 deles em Goiás e 3 mineiros, que precisam de ações urgentes nas áreas de saúde, transporte, infraestrutura, de energia e educação. Segundo Edna, os 19  municípios goianos que estão no Entorno do DF cresceram mais de 30% nos últimos cinco anos.

Entre os problemas mais acentuados está o transporte, principalmente nas cidades próximas a Brasília, como Luziânia, Valparaíso, Novo Gama, Águas Lindas e Santo Antônio do Descoberto. “São cidades que sofrem com engarrafamentos pela proximidade com a Capital Federal  e precisam de investimentos nesta área.”

Jornal Opção

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: