Governo consegue acordo sem aumentar passagens dos ônibus

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
  • Passageiros podem ficar tranquilos, pois não haverá greve dos rodoviários e sistema de Transporte Público funcionará normalmente a partir desta segunda-feira


    O Governo do Distrito Federal conseguiu, com o acompanhamento da Secretaria dos Transportes e do DFTrans, que rodoviários e empresários chegassem a um acordo coletivo sem que o preço das passagens de ônibus sofram qualquer reajuste, evitando, assim, prejuízos ainda maiores para a sociedade. “O governo esteve todo o momento empenhado na busca da solução para o impasse, de forma que não ocorresse qualquer reajuste de tarifa. Nossa preocupação é com os milhares de passageiros que estavam sendo vítimas dos transtornos causados pela greve. Uma vez vencido esse impasse, agora partiremos para as ações que vão levar à melhoria efetiva do serviço de Transporte Público do DF”, afirmou o governador Agnelo Queiroz.

    Os repasses mensais do governo para o sistema com o Passe Livre estudantil, que nesta gestão foram reduzidos de R$ 9 milhões para R$ 3 milhões, serão flexibilizados para incluir os benefícios dos portadores de necessidades especiais (PNE), sem ultrapassarem os valores praticados anteriormente.

    Desta forma, o GDF garantiu que quase todos os benefícios dos rodoviários fossem atendidos no acordo coletivo, sem a realização da greve marcada para esta segunda-feira, com a manutenção dos preços das passagens nos valores hoje praticados e sem permitir que os empresários usassem o movimento para induzir o reajuste de tarifa.

    Em carta encaminhada aos empresários na semana passada, e reafirmada em nota distribuída à população, o GDF garantiu que as tarifas não seriam reajustadas, principalmente porque não tem, no momento, como avaliar quais são os custos reais dos sistemas e, muito menos, se as tarifas estão, ou não, defasadas. Além disso, tendo em vista manifestações inequívocas dos usuários, o sistema de transporte que é alvo de muita reclamação da população.

    “Concentramos esforços para preservar a população e acabar de vez com essa situação de atrelar a data base dos rodoviários com a discussão sobre reajuste de tarifa. Esta foi uma importante vitória para o governo e para a sociedade”, afirmou o vice-governador Tadeu Filippelli, que esteve também à frente na condução do processo de negociação.

    O GDF entende que, assim procedendo, pode dar continuidade ao processo de melhoria do transporte coletivo do Distrito Federal, que passa pela licitação, já em andamento, para regularização e modernização da frota de ônibus, com controle do sistema via GPS, implantação de corredores exclusivos de ônibus e da racionalização das linhas.

    “Foi uma decisão política e deixa claro que esse governo sabe que um novo sistema de transporte em Brasília não se constrói com bravatas ou arroubos de bravura, mas com trabalho sério e com o interesse público em primeiro lugar”, avaliou o secretário de Transporte, José Walter Vazquez Filho.

    Foto  
    Foto: Victor Ribeiro
     
    *Agencia Brasília 

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: