Governo define prioridades até 2014

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Agnelo Queiroz e todo o seu secretariado definem sete eixos de prioridades para os próximos anos de governo, entre eles o DF sem Miséria, habitação, saúde, educação e segurança

O Plano Estratégico de governo com as prioridades até 2014 foi apresentado ontem durante reunião do governador Agnelo Queiroz com todo o seu secretariado, realizada na Residência Oficial de Águas Claras. O documento está baseado em sete eixos principais: Gestão; Saúde; Qualidade de Vida; Educação; Cultura; Ciência e Tecnologia; Combate à Extrema Pobreza; Desenvolvimento Econômico, e Segurança.

“Promover melhoria substancial de nossa capacidade gerencial e efetivamente atender às necessidades dos cidadãos do Distrito Federal é nossa meta central”, defendeu o governador Agnelo Queiroz. “Caberá ao nosso governo a tarefa de manter-se firme nesse caminho de mudanças, e para isso buscaremos acompanhar a execução do que foi planejado por meio de instrumentos de gestão pública focados na constituição e no fortalecimento de um ambiente de permanente interação dos gestores públicos”, afirmou o governador.

Entre os projetos, estão em destaque a Estratégia Saúde da Família, com expansão da atenção básica; a construção de centros olímpicos; a ampliação do metrô; e a Educação Integral na primeira infância; a inclusão digital, que transformará Brasília em um avançado centro tecnológico; a qualificação profissional, principalmente de jovens, e a melhoria do sistema de mobilidade urbana (veja alguns detalhes de projetos no quadro ao final).   

Medidas intersetoriais, que são aquelas executadas por diferentes áreas do governo, também são prioritárias para a gestão. Entre elas estão o pacote de obras no valor de R$ 778,1 milhões que contempla todo o DF; os programas de habitação e regularização fundiária; a Política de Resíduos Sólidos; o programa Brasília, Cidade Parque; e as obras de infraestrutura para receber os grandes eventos esportivos.

Para acompanhar o desenvolvimento das ações, a partir de janeiro começa a funcionar o Sistema de Acompanhamento de Projetos, que será alimentado por cada secretaria. Todos os secretários receberam um documento com o planejamento estratégico para todas as pastas. “O Plano Estratégico será fundamental para orientar a tomada de decisões e para construirmos as bases de um legado para Brasília”, explicou Agnelo Queiroz.

Balanço de gestão – Antes de apresentar as prioridades para 2014, Agnelo Queiroz fez um balanço de governo juntamente com todo o secretariado. Ao longo dos primeiros meses de mandato, foi realizado grande esforço de reorganização e reestruturação da máquina pública. “Ao chegar, encontramos uma série de dificuldades e obstáculos, além dos ataques que este governo sofreu nos últimos meses para nos impedir de governar. Mas sabemos muito bem o que temos de fazer, que é trabalhar incessantemente”, afirmou o governador.

Agnelo Queiroz destacou as dificuldades para firmar convênios com o governo federal devido às pendências deixadas pelo governo anterior. “Encontramos uma estrutura falida, contaminada por vícios de irregularidades. Agora conseguimos liberar o CNPJ do GDF junto ao governo federal”, disse o governador. Agnelo Queiroz também ressaltou a importância das medidas para garantir transparência no governo, como o Portal da Transparência e a Ouvidoria contra a Corrupção.

O secretário de Governo, Paulo Tadeu, mencionou diferentes momentos deste governo ao longo do ano. “Nos primeiros cem dias estávamos na fase de conhecer onde estávamos pisando. Depois entramos no segundo momento, de planejamento, reestruturação, e agora criamos as condições para acelerar a execução das medidas que a população espera”, destacou Paulo Tadeu, cuja secretaria foi responsável pela elaboração do Planejamento Estratégico.

O vice-governador Tadeu Filippelli destacou a importância desta reunião para fortalecer a relação institucional no GDF. “Tivemos uma boa troca de informações entre secretarias para nos conhecermos e sabermos os projetos e metas de cada um, o trabalho está apenas começando. Temos decisões importantes a tomar e instrumentos para corrigir o que ainda não avançou”, afirmou Tadeu Filippelli.

Também participaram da reunião a primeira dama Ilza Queiroz e presidentes de empresas públicas do Distrito Federal. Na tarde desta quarta-feira (21), o governador se reunirá com os administradores regionais do DF.

ALGUNS PROJETOS ESTRATÉGICOS

Saúde da Família: implementar a atenção primária à saúde do DF com ênfase na expansão e qualificação de estratégia de Saúde da Família;

Programa de Modernização da Infraestrutura Pública de Saúde do DF: construir, ampliar e reformar unidades de atenção especializada em saúde; construir hospitais, implantar UPAS; construir, ampliar e reformar unidades de atenção à saúde mental.

Centros Olímpicos: construir e fazer funcionar Centros Olímpicos nas várias cidades do Distrito Federal.

Complexo Ayrton Senna: reurbanizar as áreas adjacentes ao Estádio Nacional de Brasília; reformar o Ginásio Nilson Nelson; reformar o Autódromo de Brasília; modernizar o Ginásio Cláudio Coutinho; revitalizar o Parque Aquático.

Corredores de Transporte Coletivo: implantar os corredores de transporte coletivo.

Metrô: ampliar a Linha 1 do metrô em Samambaia, na Ceilândia e na Asa Norte. Concluir as estações da Linha 1 do metrô na Asa Sul.

Plano de Gestão de Resíduos Sólidos: implantar modelo articulado de coleta, tratamento e disposição final dos resíduos sólidos gerados pela população do Distrito Federal.

Habitação: lançamento de 100 mil unidades habitacionais com infraestrutura.

Educação Integral na 1ª Infância: implantar, em todas as cidades do Distrito Federal, Centros de Educação da 1ª Infância destinados ao atendimento de crianças de zero a cinco anos.

Brasília, Capital de Grandes Eventos: fomentar a elaboração de novos produtos e serviços turísticos em Brasília.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: