Governo vai diminuir frequência dos ônibus durante as férias escolares

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Em julho, 266 das 777 linhas
de ônibus do Distrito Federal vão passar por readequação de oferta. A ideia é
diminuir o número de ônibus ociosos no período de férias escolares e garantir a
boa gestão de custos do sistema de transporte público.

Isso ocorre porque, a cada
ano, o governo calcula a tarifa com base no índice de passageiro por quilômetro
(IPK). A conta é o número de passageiros transportados dividido pelo de
quilômetros rodados — quanto maior o IPK, mais barato fica o sistema.

“Quanto mais eficiente for a
gestão do custo do sistema, mais barato ele fica tanto para o usuário, quanto
para o governo”, observa o diretor-geral do Transporte Urbano do Distrito Federal(DFTrans), Léo Cruz. “Isso
diminui a necessidade de reajuste na tarifa, que leva em conta também fatores
como o preço do diesel e dos ônibus, além dos salários dos rodoviários.”

As mudanças começam na
segunda-feira (3) e vão até o dia 30. As linhas afetadas serão as com menor uso
nesse período. O exemplo dado por Cruz é a 110, que transporta estudantes da
Universidade de Brasília, na Asa Norte. Como o fluxo de alunos é muito menor,
apesar dos cursos de verão, o tempo entre um ônibus e outro sobe: em vez de
passar a cada três minutos, será a cada dez.

Em um mês normal,
aproximadamente 32 milhões de passageiros andam nos ônibus do DF. O mês de
julho apresenta uma queda média de 25% nessa quantidade (aproximadamente 8
milhões a menos). A demanda será monitorada todos os dias. Caso haja
necessidade de readequar o tempo dos ônibus no mês, isso será feito.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: