Guarda Jânio: Bola na trave, pela segunda vez

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

É a segunda vez que a encrenca se repete. Guarda Jânio bateu na trave. Quatro anos atrás ele recebeu 13.735 votos e se tornou assim o 18º mais votado a deputado distrital. Só que sua legenda, o PSB, somou votos suficientes para apenas uma cadeira, que ficou com Joe Valle. Caso Jânio tivesse míseros 142 votos a mais teria ultrapassado Valle e ficado com ela. Chegou a recorrer à Justiça Eleitoral quando Valle deixou o partido, mas nada conseguiu.

Há precedentes
Fica o registro ainda que, em 2006, Jânio já recebera 6.441 votos, disputando pelo PTB. Não era lá uma Brastemp, mas já houve distrital eleito com menos do que isso.
O mais votado dos sem-cadeira
Desta vez, Guarda Jânio concorreu pelo PRTB. Ampliou sua votação, para 14.439 votos e ficou em 13º lugar, acima portanto da posição conquistada em 2010. Novamente foi prejudicado pela sua coligação, que só tinha votos suficientes para preencher duas cadeiras — e ele era o terceiro colocado. Passou a amargar a condição de mais votado entre os candidatos sem vaga. Mas garante: tentará de novo.

“Meus votos só servem para eleger os outros. Foi assim uma vez, foi assim duas vezes. Mas um dia ainda vai dar certo.”, Guarda Jânio, candidato mais votado a ficar fora da Câmara Legislativa

Por Eduardo Brito / JBr

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: