Homem de recados.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Segundo fonte, o deputado distrital Aylton Gomes (PR) não sairá da Câmara Legislativa para assumir secretaria alguma no Executivo. Aylton já havia afirmado à coluna há algum tempo que as especulações sobre sua ida para alguma secretaria do GDF não passavam de especulação. Desta vez, mesmo que não sejam, parece que o parlamentar não vai deixar a Casa de jeito nenhum.

Motivo I

Ele deve ser escolhido hoje como corregedor ad hoc que analisará a representação por quebra de decoro parlamentar contra a deputada Liliane Roriz (PSD), protocolada pelo advogado Evilázio Viana Santos. O corregedor Siqueira Campos se declarou impedido para atuar no caso, uma vez que poderia se beneficiar com uma eventual perda de mandato da parlamentar.

Motivo II

Aylton – embora pertença ao PR, partido que reivindica há algum tempo mas espaço e participação no governo –, pode assumir papel importante na recém-anunciada CPI dos Grampos, que deve movimentar o Legislativo nos próximos dias.

Ons e Offs.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: