Homem que subiu em torre de Ceilândia diz que não pretendia se matar e afirma ser portador de HIV

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

De acordo com informações da Polícia Civil, o homem detido pela Polícia Militar no início da tarde desta terça-feira (15), ao subir em uma torre de celular de 50 metros, na praça Central de Ceilândia (DF), informou aos policiais que é portador do vírus HIV e que está em depressão. Ele teria misturado medicamentos controlados com bebidas alcoólicas.   
No entando, em depoimento, ele disse que não tinha a intenção de cometer suicídio. Afirmou ainda que estava transtornado e por isso subiu na torre. Ele prestou depoimento e foi liberado.

Segundo informações da PM, o homem estava com uma garrafa de bebida alcoólica e, durante a escalada arrancou as luzes de sinalização da torre e as arremessou na direção de quem estava no chão, observando a ocorrência. 
O Corpo de Bombeiros foi acionado e utilizou uma escada Magirus para chegar à altura em que o homem se localizava. Ele chegou ao topo da torre, que tem cerca de 50 metros de altura. Durante a operação, agentes conseguiram trocar algumas palavras com o homem, que gesticulava e gritava enquanto os bombeiros tentavam convencê-lo a descer da torre.    
A operação durou cerca de meia hora e movimentou o centro da cidade. Centenas de pessoas pararam para acompanhar o trabalho da corporação. O trânsito, na principal avenida de Ceilândia, chegou a ficar lento durante a tentativa de resgate. Visivelmente alterado, o homem abandonou a estrutura, recebeu assistências dos bombeiros e foi algemado por que estava alterado. 
Por R7 Imagem Ceilândia Muita Treta

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: