Hospital de Ceilândia oferece tratamento homeopático.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Muitos não sabem, mas a Secretaria de Saúde do DF (SES/DF) dispõe de 19 médicos homeopatas em diversas unidades da rede pública. Em 2012, foram realizados mais de 30 mil atendimentos homeopáticos.
Segundo a coordenadora de Homeopatia da SES/DF, Maria de Fatima Della Côrte, a homeopatia é um instrumento da medicina que trata o indivíduo como um todo, de forma integral, e não as queixas isoladamente, como normalmente ocorre na medicina convencional.

“Por falta de conhecimento, muita gente ainda não confia nos tratamentos homeopáticos, mas trata-se de opção terapêutica com grande efetividade”, explicou Côrte. “As agendas de todos os médicos homeopatas da rede estão lotadas e os pacientes satisfeitos com a assistência”, completou.
O paciente pode fazer o tratamento homeopático ao mesmo tempo que o convencional. O trabalho realizado pelo homeopata César Nascimento, da Regional de Saúde da Asa Sul, é um exemplo de trabalho conjunto. O médico atende pacientes da Unidade Mista da Asa Sul com Aids e busca o aumento da imunidade e a melhoria da qualidade de vida desses indivíduos em sintonia com o tratamento regular.
Desde 2003, quando foi realizado o primeiro concurso da SES/DF para a área, a homeopatia é uma opção para a assistência à saúde dos brasilienses em 14 unidades de saúde.
Os pacientes podem se consultar nos hospitais regionais de Ceilândia e da Asa Norte e em centros de saúde das Asas Sul e Norte, Lago Norte, Vila Planalto, Sobradinho, Planaltina, Gama, Paranoá e Taguatinga, além do Hospital de Apoio e das Clínicas da Família do Riacho Fundo e Itapoã.
Os 19 médicos da equipe de homeopatia da rede pública de Saúde realizaram 30.293 atendimentos em 2012. Somente nos primeiros quatro meses deste ano, foram feitos 9.266 atendimentos.
ATENÇÃO INTEGRAL – De acordo com a homeopatia, o indivíduo não tem apenas uma doença. Ele carrega um desequilíbrio que se manifesta de diferentes formas ao longo da vida. Por esse motivo, o médico homeopata deve procurar identificar e tratar a origem do sofrimento.
A homeopatia é frequentemente indicada para problemas do trato gastrointestinal, ginecológico, dermatológico, respiratório e infecções virais e bacterianas frequentes e doenças alérgicas. Além disso, pode oferecer tratamento para problemas emocionais, como a depressão.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a sua prática como medicina alternativa e complementar. No Brasil, foi reconhecida como especialidade médica pelo Conselho Federal de Medicina em 1980 e é utilizada pelo Sistema Único de Saúde desde 2006.

Agência Brasília

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: