Inaugurado primeira centro de internação de menores, Ceilândia terá unidade até 2015.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Mais um passo para a desativação total do antigo Caje foi dado hoje com a inauguração da Unidade de Internação de São Sebastião (UISS). Essa é a primeira entre as sete que serão construídas até dezembro de 2015 no DF. A obra, iniciada em dezembro de 2012, teve investimento de R$ 16 milhões.

“Estou muito emocionado porque quando se fala em mudança estrutural, para o gestor público, não há nada mais gratificante, pois muda a vida das pessoas. Inaugurar essa unidade significa dar mais um passo rumo à mudança da política pública relacionada às medidas socioeducativas”, afirmou o governador Agnelo Queiroz.
De acordo com o governador, a expectativa é conseguir desativar o Caje em abril, com a entrega da terceira unidade de internação. “O Caje é um exemplo de tragédia humana, de como não se deve tratar uma pessoa. Muitos saem de lá ainda piores. Mas, a partir de agora, todos serão adequadamente ressocializados nesses novos espaços.”
A mesma emoção do governador foi compartilhada com a secretária da Criança, Rejane Pitanga, que ressaltou a importância do ato. “Inaugurar essa unidade significa a construção de um novo tempo no DF. Significa tornar real um compromisso que a sociedade espera há 40 anos. Significa inaugurar uma política de construção de cidadania no DF.”
Esse novo modelo não muda somente a estrutura física. Segundo Pitanga, ele traz uma nova proposta de ressocialização. “Todos os adolescentes terão atividades em período integral, como esportes, oficinas de capacitação e muitas outras ações para que eles possam resgatar a cidadania e dignidade”, destacou.
A unidade, com capacidade para atender 90 menores infratores, começa a funcionar na próxima semana com a chegada dos adolescentes. No total serão transferidos 44 na primeira etapa e 43 dois dias depois, totalizando 87.
A próxima unidade será entregue em março deste ano em Santa Maria e, no mês seguinte, em Brazlândia. As outras quatro serão construídas em Sobradinho, Samambaia, Ceilândia e no Gama, onde será inaugurada a Unidade de Internação Feminina. Essas ficarão prontas até dezembro de 2015.
Todas seguirão o mesmo padrão arquitetônico, cada uma com 6,4 mil metros quadrados de área construída, 10 módulos, ginásio aberto, quadra de esportes, espaço ecumênico, refeitório, horta, lavanderia e quatro guaritas.
Com a conclusão das obras, o DF será a primeira unidade da Federação a ter sistema socioeducativo no padrão exigido pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. As novas unidades atendem o Termo de Compromisso firmado entre o GDF e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Agência Brasília



Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: