Intolerância religiosa em Águas Lindas de Goiás.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Sob o pretexto de enviado de Cristo, intitulando-se membro da Igreja do Senhor Jesus (o que não podemos afirmar), o evangélico Rafael de Araújo Teixeira 19 anos, de porte de uma grande marreta destruiu o rosto e parte lateral da imagem de Nossa Senhora Aparecida que foi colocada no início da Av. JK, entrada do Jardim Brasília em Águas Lindas de Goiás.

O evangélico só não concluiu seu intento de destruir por completo a imagem da Santa padroeira da cidade de Águas Lindas e do Brasil, porque foi prontamente contido por quase cem pessoas, que revoltadas queriam linchar o agressor, mas foram contidas pelos policiais militares da viatura 2252 CB Vieira e SD Geanilton, que chegando ao local deteram Rafael e pediram imediatamente reforço de mais três viaturas, controlando a situação. Rafael foi conduzido à delegacia tendo sua marreta apreendida, podendo responder pelo crime de destruição do patrimônio público, já que a imagem foi colocada pela Prefeitura Municipal.

Vemos constantemente o surgimento de novas igrejas com nomes para agradar a gregos e troianos, menos ao próprio Deus. A que leva qualquer manifestação de intolerância, que não seja a mais intolerância. Atos como este, retratam a verdadeira face de dos falsos profetas, que não conseguem atrair seguidores pelas sagradas palavras da Bíblia e inconformados tentam mostrar para seus seguidores que são capazes de abater o que para eles é o demônio, mas para outras religiões é o símbolo que representa a Mãe de Jesus .

TVCMN

1 Comment

  • Avatar
    Professor Fábio Silva , 5 de maio de 2012 @ 20:16

    Carta de Protesto

    Nós evangélicos da cidade de Águas Lindas de Goiás, não aceitamos o fato do excelentíssimo prefeito da cidade senhor Geraldo Messias ergueu na entrada do Jardim Brasília um monumento religioso, do qual estamos descontentes, uma vez que o senhor prefeito foi eleito para administrar e não expor sua religião, pois vivemos em um país laico. E acreditamos que no mínimo a população deveria ser consultada acerca da exposição de tal monumento. Dessa forma, não ficamos satisfeito com a sua atitude de no início do seu mandato ter trocado o Padroeiro da cidade “Jesus Cristo” por nossa Senhora Aparecida, desrespeitando os evangélicos, que é uma grande parte da população da cidade, ou seja, o senhor prefeito não governa somente para os católicos nessa cidade, estamos em uma cidade com livre culto religioso e não somos obrigados a venerar as imagens católicas, pois adoramos ao Nosso Deus em templos sem incomodar a ninguém, foi o tempo em que éramos obrigados a aceitar essa situação ( Daniel 3).Admiramos os nossos vereadores “evangélicos” que aceitaram essa atitude do nosso excelentíssimo prefeito sem se opor a situação. Deus os deu livre arbítrio, cada um faz o seu querer, adora a quem quer, mas temos que respeitar a crença de cada um, e o senhor prefeito não pode colocar no meio da cidade uma imagem que foca a sua crença e desrespeita a outras crenças. Não admitimos o fato de o prefeito colocar essa imagem, com recursos públicos, vendo a precariedade das escolas, as ruas cheias de buracos, esse dinheiro que foi gasto com esse monumento poderia ser empregado em algo mais importante em nossa cidade. Essa carta é para mostrar que respeitamos a crença de cada morador da cidade, mais pedimos respeito, pois muitos evangélicos circulam diariamente na entrada do Jardim Brasília e agora seremos obrigados a ver a imagem, pedimos ao senhor prefeito que olhe também para os evangélicos que também foram seus eleitores e representa uma quantidade considerável na cidade. Bem aventurada é a nação cujo Deus é o SENHOR, e o povo ao qual escolheu para sua herança. Salmo 33;12.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: