Investigada na Operação Voucher recebeu R$ 11 milhões do GDF em Governos anteriores.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Investigada na Operação Voucher, ação da Polícia Federal que resultou na prisão de 38 pessoas, entre as quais o número 2 do Ministério do Turismo, a Fundação Universa prestou serviço ao GDF nos últimos anos.

A entidade deu cursos de capacitação em convênios com o Ibram (Instituto de Meio Ambiente), Secretaria de Desenvolvimento Social, FAP (Fundação de Apoio à Pesquisa) e Secretaria do Trabalho. Entre 2000 até 2010, a Funiversa recebeu aproximadamente R$ 11 milhões dos cofres públicos do DF. Em 2011, não houve nenhum pagamento.

Os dados são do gabinete do deputado distrital Chico Leite (PT).

Na Operação Voucher, ocorrida nesta semana, o diretor de Licitações da Fundação Universa, Dalmo Antonio Tavares Queiroz, foi preso pela Polícia Federal (PF), segundo a Folha de S. Paulo.

 

Fonte: Blog Ana Maria Campos com informações do Brasília em Off.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: