Luziânia:Pessedista busca apoio do prefeito

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Jornal Opção – A frase do estadista alemão, Otto Von Bismarck (1815-1898) de que “a política não é uma ciência exata”, repetida à exaustão sempre que um determinado cenário político muda, resume bem o quadro da disputada pela cadeira de prefeito em Luziânia.


Há alguns meses, Marcelo Melo e Didi Viana, eram a aposta de uma terceira via com chances de vitória. Só que no meio do caminho tinha uma pedra chamada adversários históricos. Tudo ia muito bem até que Célio procurou Marcelo para formarem uma aliança. Didi, adversário histórico de Célio não gostou e anunciou que o PT lançaria candidatura própria caso o PSDB se aliasse com o PMDB. Ao perceber este distanciamento, o hábil Cristóvão entrou em cena e convenceu o PT de que ele era mais seguro do que uma aventura solo. Pronto! Ganhou as graças do PT e preciosos minutos de TV.



Agora, Cristóvão corre atrás de Marcelo para consolidar o leque de partidos que dão apoio à sua pré-candidatura. “É uma missão difícil, não impossível. Estamos na mesma base da presidente Dilma Rou­sseff e temos o PT como vice na nossa chapa. Por en­quanto, estamos só nas conversas, mas a torcida é para que o PMDB venha conosco”, revela uma aliado de Cristóvão. Pe­e­medebistas ouvidos pelo Jor­nal Opçãoveem com desconfiança este convite. Como vamos nos comportar em 2014 tendo uma aliança com um partido da base de Marconi?

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: